Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Utilização de Dried Distillers Grains (DDG) de milho na dieta de codornas Japonesas em postura
Juliana Freitas Martinez, Heder José D'Ávila Lima, Alessandro Borges Amorim, Isabelli Dias Brito Pereira, Tatiana Marques Bittencourt, Caio Silva Quirino, Nayara Emanoelle Matos Silva, Elieverson Firmiani de Freitas Amaral

Última alteração: 08-10-19

Resumo


A utilização de DDG como ingrediente nas dietas de codornas pode se tornar importante estratégia nutricional e econômica por possuir alto teor de proteína bruta, energia e fósforo, além de custo reduzido para aquisição. O estado de Mato Grosso é responsável por 25% da produção nacional de milho, o que o coloca em posição privilegiada para produzir biocombustível a partir desse insumo e consequentemente gerar grande quantidade do coproduto dried distillers drains (DDG). Serão utilizadas 240 fêmeas de codornas japonesas (Coturnix japonica) em delineamento inteiramente casualizado, composto de cinco tratamentos, seis repetições e oito aves por unidade experimental. O período experimental será de 63 dias, divididos em 3 períodos de 21 dias e se iniciará no pico de postura das aves. Os tratamentos serão: T1: 0% de DDGS (controle); T2: 6% de DDGS; T3: 12% de DDGS; T4: 18% de DDGS e T5: 24% de DDGS.  Serão avaliados o desempenho produtivo, a temperatura corporal das aves, a qualidade interna e externa dos ovos, quantidade de carotenóides totais dos ovos, a digestibilidade dos componentes das dietas e a viabilidade econômica. Todos os dados serão avaliados por meio de análise de variância e as médias comparadas pelo teste Dunnett a 5% de significância. Os níveis de inclusão de DDG serão analisados através de regressão por polinômios ortogonais ao nível de 5% de significância através do programa SAS.

Palavras-chave


codorna japonesa; desempenho produtivo; DDG do milho; qualidade de ovos.