Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
ANÁLISE DA INFLUÊNCIA DO DIÂMETRO DAS PARTÍCULAS DE UM SUBSTÍTUTO ÓSSEO XENÓGENO, NA REPARAÇÃO DE ALVÉOLOS DENTÁRIOS FRESCOS SUBMETIDOS À PRESERVAÇÃO ALVEOLAR. ESTUDO CLÍNICO RANDOMIZADO
JEFFERSON FREITAS SANTOS

Última alteração: 09-10-19

Resumo


A exodontia de um ou múltiplos elementos dentais desencadeia, um processo fisiológico de regeneração óssea com consequente a reparação tecidual, no entanto diversos fatores fazem com que ocorra uma remodelação óssea na região, tendo como uma de suas consequências à diminuição de volume ósseo alveolar remanescente; modificando a arquitetura óssea, podendo assim comprometer o sucesso da instalação de implantes osseointegráveis na região edêntula. Este estudo objetiva analisar a influência do diâmetro das partículas de um substituto ósseo xenógeno, quando utilizado para a técnica de preservação alveolar pós-exodontia, associada à regeneração óssea guiada. Para isso serão utilizados 30 elementos dentários extraídos e tratados com a técnica de preservação alveolar, divididos randomizadamente em três grupos (controle + dois grupos experimentais), os quais receberão o material xenógeno em diferentes granulações. O grupo controle será tratado somente com regeneração óssea guiada, sem utilização do material xenógeno. Serão realizadas técnicas histológicas (HE, picrosirius e Goldner), em biópsias seis meses após o tratamento dos alvéolos com o biomaterial, bem como análises tomográficas comparativas, a fim de determinar o percentual de redução do processo alveolar no mesmo intervalo de tempo.


Palavras-chave


Regeneração óssea guiada; implantes orais, matriz óssea bovina desproteinizada.