Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
OCORRÊNCIA E DINÂMICA POPULACIONAL DE PEIXES DE PEQUENO PORTE EM RIACHOS DE CERRADO
Luiza Moura Peluso

Última alteração: 08-10-19

Resumo


População é um conjunto de organismos da mesma espécie, que vivem juntos e se reproduzem. Nascimentos, mortes e migração são processos que determinam o aumento e a diminuição do número de indivíduos na população. Esses processos podem ser influenciados por características ambientais e pelas interações ecológicas que envolvem a espécie alvo. Realizar previsões sobre tendências populacionais de longo prazo, ou manejar populações em declínio ou indesejadas, esbarra na escassez de conhecimentos sobre os fatores que determinam o tamanho populacional. Dados de ocorrência de uma espécie e a estimativa de parâmetros demográficos de populações naturais vem sendo utilizados com maiores frequências em programas de monitoramento. Além disso, as condições do habitat por refletir diretamente sob a população. Neste contexto, esta proposta de pesquisa pretende estudar a dinâmica espacial das populações de peixes em uma rede de riachos da bacia hidrográfica do Rio Cuiabá, com o objetivo de decifrar o papel desempenhado por córregos temporários e permanentes na dinâmica populacional. Ampliar o entendimento sobre o papel da estrutura do habitat, da paisagem e do clima na determinação dos tamanhos das populações de peixes em riachos e aumentar a nossa capacidade preditiva de modo a fazer frente aos processos de mudanças no uso do solo, no clima e de pressão de uso dos ambientes aquáticos. Analisar o efeito da estrutura do habitat e perturbação ambiental e da densidade sobre a sobrevivência, crescimento individual e recrutamento dos peixes, determinar taxas de movimento entre as populações e avaliar a dinâmica de ocupação das espécies em relação as características dos habitats.