Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
RELAÇÃO DA POPULAÇÃO DE NEMATOIDES, EM FUNÇÃO DE ATRIBUTOS DO SOLO E DO ALGODOEIRO (Gossipium hirsutum), NA SEGUNDA SAFRA DE ALGODÃO
OMAR ROBERTO DA SILVEIRA, JOÃO CARLOS DE SOUZA MAIA, PAULO AFONSO FERREIRA, JOÃO LUCAS MARQUES DE OLIVEIRA, ARTHUR GUILHERME TOMAZINE, CEZAR LUIZ COSTA FILHO, ALAN ROBERTO RICHETTI MARTINS, NYCK PATHRYCK APOLINARIO SILVEIRA

Última alteração: 19-10-19

Resumo


A cotonicultura é de grande importância comercial no contexto nacional e, em especial, no estado de Mato Grosso. A cultura do algodão apresenta vários problemas fitossanitários, em especial os nematoides Meloidogyne incognita, Rotylenchulus reniformis e Pratylenchus brachyurus. Vários atributos físicos, químicos e biológicos, do solo e do algodoeiro, afetam os danos causados por esses nematoides, que influenciam a absorção de nutrientes pelo algodoeiro. No entanto,  não se conhece a influência desses nematoides no rendimento e na qualidade da fibra do algodão, nem mesmo na absorção de nutrientes pelo algodoeiro, considerando, conjuntamente, atributos físicos, químicos e biológicos do solo, e, ainda, atributos químicos e biológicos do algodoeiro. Este trabalho tem o objetivo de determinar a influência desses nematoides no rendimento e na qualidade da fibra do algodão, bem como na absorção de nutrientes pelo algodoeiro, considerando, conjuntamente, atributos físicos, químicos e biológicos do solo, e, ainda, atributos químicos e biológicos do algodoeiro. Esta pesquisa está sendo realizada em lavoura de algodão, na Serra da Petrovina, Nova Mutum e Campo Verde. Foram amostrados 100 talhões. Em cada talhão 2 pontos, sendo 1 ponto em mancha de plantas com sintomas de nematose e 1 ponto onde havia plantas aparentemente sadias. Cada ponto amostral teve 10 linhas com 10 metros de comprimento. Em cada ponto amostral foram colhidas as seguintes amostras: (i) 2 amostras indeformadas de solo, na profundidade de 10-20 cm, para análise de densidade, macroporosidade e microporosidade; (ii) 4 amostras deformadas de solo, sendo cada amostra constituída de 5 subamostras e cada subamostra colhida na rizosfera de 1 planta, na profundidade de 0-20 cm, para análise de textura, umidade, nematoides (com radicelas), matéria orgânica, pH, saturação de bases, CTC, teores de Al, N, P, K, Ca, Mg, S, Cu, B, Fe, Zn, Mn e Ni; (iii) 1 amostra de folhas de algodoeiro (foram colhidas as quintas folhas, contadas a partir do ápice da planta) constituída de 5 subamostras e cada subamostra colhida em planta amostrada na sua rizosfera, para análise de N, P, K, Ca, Mg, S, Cu, B, Zn, Mn, Mo e Ni; (iv) 1 amostra de algodão em caroço, durante o período da pré-colheita, para determinação do rendimento e qualidade de fibra de algodão, constituída de 5 subamostras e cada subamostra formada por algodão em caroço das 4 plantas mais próximas de cada local de coleta das amostras deformadas de solo. Os dados serão submetidos a análises estatísticas multivariadas. São resultados esperados: (i) Determinação de danos econômicos causados por esses nematoides, em função de atributos físicos, químicos e biológicos do solo, e, ainda, de atributos químicos e biológicos do algodoeiro, possibilitando identificação do momento apropriado para controle desses nematoides, inclusive pelo manejo de atributos do solo e do algodoeiro; e (ii) Determinação da influência desses nematoides, na absorção de nutrientes pelo algodoeiro, possibilitando correção parcial de deficiência nutricional , através de adubação foliar.


Palavras-chave


NEMATOIDES;ATRIBUTOS DO SOLO