Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
POLÍTICAS DE INCLUSÃO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR: UMA ANÁLISE DE NARRATIVAS DE ACADÊMICOS SURDOS DA UNIR – CAMPUS DE VILHENA
Fernanda Emanuele Souza De Azevedo, Darci Secchi, Tânia Maria de Lima

Última alteração: 07-10-19

Resumo


O presente projeto de pesquisa tem como objetivo precípuo analisar o processo de inclusão de surdos na educação superior, com bases em narrativas autobiográficas de acadêmicos surdos da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), Campus de Vilhena. Busca-se compreender os pressupostos e as práticas que fundamentam as políticas de inclusão buscando identificar aproximações e distanciamentos com as demandas e proposições do movimento surdo. Parte-se do entendimento de que tais políticas estão articuladas à luta dos movimentos sociais por direitos à educação em todos os níveis e modalidades do ensino. Então sendo necessário também dissertar acerca da história, das lutas, avanços, desafios e perspectivas da comunidade surda por meio do Movimento Surdo, descrevendo como essas ações pode favorecer o acesso à educação superior. Por meio de relatos de experiências e vivências de acadêmicos, sendo eles ainda membros da comunidade surda, enfatizando o modo como são percebidas essas especificidades no processo educativo. Desta forma fez-se opção pela pesquisa participante, uma vez que os acadêmicos surdos integram o Núcleo de Atendimento Educacional Especializado (NAEE) e a linha de pesquisa Língua, Identidade e Cultura Surda, Bilinguismo, Inclusão (LICUSBI) e estão envolvidos neste estudo desde a elaboração do projeto de pesquisa. Isto significa que eles se comportam como pesquisadores-participantes e não como meros informantes de dados. O material empírico para o desenvolvimento das análises será extraído de documentos oficiais e de narrativas de histórias de vida produzidas pelos acadêmicos surdos. As histórias de vida serão gravadas em vídeo e, posteriormente, transformadas em documentário. Cada narrativa poderá servir de base para elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso, de artigos e/ou de outras produções acadêmicas do respectivo autor.  As análises serão desenvolvidas com base em autores que se situam no campo dos estudos culturais (Hall, Bhabha, Geertz, Bauman, Burke, Certeau, Thompson, Silva, Corazza, Larrosa), com destaque para os estudos surdos (Slomski, Strobel, Vilhalva, Perlin, Miranda, Quadros, Skliar, Fernandes, Lacerda entre outros).  Espera-se que esta pesquisa participante possa contribuir para a formação de acadêmicos surdos e para a ampliação do debate sobre as políticas de inclusão na educação superior, permitindo nos mergulhar nas questões sociais que envolvem essa temática e desta maneira compreender com mais visibilidade o processo de inclusão e o protagonismo destes acadêmicos.

 


Palavras-chave


Políticas de inclusão. Educação superior. Movimento surdo. Formação de acadêmicos surdos.