Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA ATRAVÉS DE PERIÓDICOS DA UFMT: desafios e perspectivas
Teo de Miranda

Última alteração: 11-10-19

Resumo


A pesquisa, situada na linha de pesquisa Comunicação e Mediações Culturais, procura problematizar sobre a produção e difusão de conhecimento científico na busca de públicos não acadêmicos. Observa-se inicialmente a comunicação científica realizada “entre pares”, com sua própria dinâmica e lança-se o olhar para as possibilidades de extensão desse conhecimento, na “difusão” (ou retorno) para a sociedade. Tem por objetivo percorrer a história de três revistas científicas da Universidade Federal de Mato Grosso, a Revista de Educação Pública, a Revista Polifonia e a revista Direitos, trabalhos e políticas sociais. Serão consideradas as suas edições impressas e eletrônicas, observando-se as mudanças dos meios de produção e distribuição, custos, técnica e alcance de público; verifica-se as formas como as revistas são difundidas, sua periodicidade, e ainda, a existência de plano de divulgação. Busca-se também verificar mecanismos de comunicação que potencializem a visibilidade e qualidade de um periódico; acompanhar e averiguar com mais ênfase a produção da revista “Direitos, trabalhos e políticas sociais” e problematizar todo o conteúdo coletado, investigando os caminhos, desafios e perspectivas para difusão das revistas científicas do país, a partir dos dados alcançados. As questões que permeiam a pesquisa são: como ampliar e fortalecer o diálogo entre conhecimento científico e popular? Como o conhecimento científico pode ser melhor percebido pelo público não acadêmico? As questões metodológicas têm como principal referência direcionamentos propostos pelo educador Piotr Trzesniak contribuindo com questões metodológicas que apontam para averiguação das adequação técnico-normativa do produto, a finalidade do produto, o processo de produção e o mercado (público). A sistematização dos dados coletados será realizada em diálogo com Trzesniak e outros autores que contribuem para o debate dentro da temática, dentre eles está o comunicólogo Wilson da Costa Bueno, com as definições de conceitos importantes como “comunicação científica” e “divulgação científica”, e o pensador polonês Ludwick Fleck, com suas contribuições para campo da filosofia da ciência.


Palavras-chave


Divulgação científica; periódico científico; cultura; comunicação