Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
ENSINO DE GEOGRAFIA NOS ANOS INICIAIS: ANALISES SOBRE OS PROCESSOS EDUCATIVOS EM ESCOLA ESTADUAL DE CUIABÁ
BRENDA ESPINDOLA FERREIRA

Última alteração: 10-10-19

Resumo


O ensino de Geografia nos últimos anos tem passado por profundas e consideráveis transformações decorrentes da evolução da história do pensamento geográfico e das reformas ocorridas na educação brasileira. Os movimentos de renovação da educação desencadearam amplo debate sobre ensino de Geografia, e como resultado, passou a desenvolver uma nova postura, reforçando a ideia de ruptura do velho ensino tradicional de memorização e aulas descritivas e sim desenvolver metodologias que permitam ao estudante compreender e apreender o espaço a partir da realidade vivida. O conteúdo de Geografia destinado aos anos iniciais do fundamental I (1º a 5º) é tão importante quanto o ensino em qualquer ano do ensino fundamental e/ou médio na vida escolar de um aluno, por se tratar do primeiro contato com a Geografia, pode não só despertar no aluno a vontade de aprender e descobrir, mas também entender/perceber processos simples do seu cotidiano do qual a ciência geográfica explica. A pesquisa tem como objetivo geral discutir o ensino de Geografia nos anos iniciais e os processos educativos formais considerando o conhecimento construído nesta fase de ensino como parte integrante ao desenvolvimento da criança tendo em vista a escola como geradora de conhecimento. Deste modo, a escola através dos professores pedagogos e dos alunos do ensino fundamental I compõem lugar importante para que possamos dialogar com esses sujeitos e através de dados analisados termos ideia das metodologias abordadas na construção do ensino de Geografia. Afim de verificar o que foi proposto como objetivo para esta pesquisa até o presente momento foram feitas observações do cotidiano escolar e das aulas de Geografia, realizados na E.E. Manoel Cavalcanti Proença, localizada no bairro Tijucal em Cuiabá – MT. Nesta escola ainda serão realizadas entrevistas semiestruturadas com as professoras participantes da pesquisa e construção de material pedagógico para as professoras aplicarem em sala, sendo ambos meios de coleta de dados para a pesquisa, contribuindo para verificar o ensino-aprendizagem bem como a percepção que ambos têm sobre Geografia, pois considero que a análise dessa linguagem juntamente com a análise da linguagem geográfica científica, poderão avançar no entendimento dos “problemas” do ensino desta matéria. O material documentado, bem como as respectivas análises serão organizadas em modelo de relatório de pesquisa componente do estudo que se pretende construir. Justifica-se realizar este estudo por ser importante para a reflexão na academia acerca da relação entre a Geografia acadêmica, a Geografia escolar e a Geografia ensinada pelo pedagogo, no que diz respeito aos conceitos e aos processos metodológicos.


Palavras-chave


Ensino; Geografia; Anos iniciais