Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Efeitos de anisotropia em sistemas Ising misto
David Cristiano Da Silva

Última alteração: 24-09-19

Resumo


Neste trabalho, realizamos simulações de Monte Carlo para obter os efeitos da anisotropia para dois sistemas ferromagnéticos diferentes de spin misto em redes quadradas (2D) e cúbicas (3D). Esses dois sistemas são constituído por duas sub-redes interpenetrantes, tais como: modelo-I, com spin-1/2 (estados ±1/2) ocupando os locais de uma sub-rede A, enquanto o spin-1 (estados ±1;0) ocupa os sítios da sub-rede B e o modelo-II, com spin-1 (estados ±1;0) ocupando os locais de uma sub-rede A, enquanto o spin-3/2 (estados ± 3/2; ± 1/2) ocupa os locais da sub-rede B. Ambos as interações entre os spins são do tipo ferromagnético (J> 0). Calculamos as magnetizações total e sub-redes, o total e a sub-redes suscetibilidades, o cumulante Binder de quarta ordem para o parâmetro ordem e a energia e o calor específico por local em função da temperatura T, para os dois modelos. Para o modelo-I, encontramos o diagrama de fases no plano da temperatura crítica Tc versus anisotropia de um único íon
D, e mostramos que o sistema não exibe um comportamento tricrítico, ou seja apresenta apenas uma linha de transição de fase de segunda ordem entre o fases ordenadas-desordenadas em 2D e 3D. Por outro lado, mostramos que o diagrama de fases do modelo-II apresenta temperatura de compensaçao somente quando
DB=DA, sendo as anisotropia de cada sub-rede.

Palavras-chave


Simulaçao de Monte Carlo;Modelo de Ising;Diagrama de fase.