Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
TECNOLOGIAS DIGITAIS DE COMUNICAÇÃO EM QUEDA LIVRE
Edilaine Bernardes de Sá, Dolores Cristina Gomes Galindo

Última alteração: 11-10-18

Resumo


Na contemporaneidade as tecnologias digitais da comunicação promovemsocialidades e corporalidades nas quais as fronteiras do humano já não sesustentam sob as bases modernas de sua separação do técnico. Diante disso, oobjetivo do trabalho foi analisar a utilização das tecnologias digitais decomunicação diante do episódio "Queda livre" do seriado Black Mirror. Astecnologias digitais de comunicação são parte do modo como noscompreendemos na contemporaneidade, agenciando a formação de corpos eafetos ciborgues (Haraway, 1995; Sandoval, 2004). Para análise do episódio foiadotada metodologia de análise de imagens em movimento (Bauer & Gaskel,2005), decompondo a imagem séries temáticas a partir das quais foramselecionados incidentes críticos capazes de visibilizar os principais pontos detensionamento que fazem com o material fílmico possa ser situado como ficção científica (Galindo & Bona,2004; Galindo,2016; Medina & Medina,2018). O epsódio é apresentado em um futuro alternativo, as interações através das redes sociais digitais mais do que uma maneira de relacionar-se socialmentepassa a determinar todos os aspectos da vida. As pessoas são avaliadas frequentemente por outras pessoas, quão melhor for a sua avaliação maior classicação , consequentemente melhor salário, emprego e lugares poderão ser frequentados. Produz-se uma indivisibilidade entre real e virtual orientada aoempresariamento de si e vigilância globais.

Palavras-chave


Movimentos Sociais ,Mídias Digitais ,Qualidade de Vida

Referências


BAUER, M.W; GASKEL,  G. Pesquisa Qualitativa com Texto, Imagem e Som- um manual prático. 7ed.Petrópolis:Vozes,2005.

GALINDO, Dolores; BONA, Yann.  Ciencias sociales y ciencia ficción: más allá de un modismo. Athenea Digital. Revista de Pensamiento e Investigación Social, núm. 6, otoño, 2004, p. 0 Universitat Autònoma de Barcelona, España.

GALINDO, Dolores; LEMOS, Flávia Cristina Silveira; NASCIMENTO, Maria Lívia do. Considerações sobre o empresariamento da vida em politicas públicas para a educação. Barbarói, Santa Cruz do Sul, n.46, p.06-21. 2016.

HARAWAY D. “Saberes localizados: a questão da ciência para o feminismo e o privilégio da perspectiva parcial”. Cadernos Pagu, n. 5, p.7-41. 1995b.

MEDINA, Campos, Luuis ; MEDINA, Campos, Fernando. Ficciones que se vuelven realidad, fcciones para intervenir la realidad. Athenea Digital.2018. https://doi.org/10.5565/rev/athenea.1937

SANDOVAL, Chela. “Nuevas ciencias: feminismo cyborg y metodologia de los oprimidos”. In: HOOKS, bell; BRAH, Avtar; SANDOVAL, Chela; ANZALDÚA, Gloria; MORALES, Aurora L.; BHAVNANI, Kum-Kum; COULSON, Margaret; ALEXANDER, M. Jacqui; MOHANTY, Chandra Talpade. Otras inapropiables: feminismos desde las fronteras. Madrid: Editorial Traficantes de Sueños, 2004. p. 81-106