Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
LIXIVIAÇÃO DO HERBICIDA TRAZINE EM LATOSSOLO VERMELHO AMARELO
Sérgio Plens Andrade

Última alteração: 15-10-18

Resumo


O herbicida atrazine é amplamente utilizado no Brasil em praticamente todos os sistemas de cultivo comercial com objetivo de controle eficaz das plantas daninhas. Como a prática do uso desta molécula se repete ano após ano, torna-se necessário o estudo sobre o comportamento desta molécula em solo quando se adotado condições adversas de uso do produto daquela recomendada pelo fabricante. O objetivo deste trabalho foi de verificar o potencial de lixiviação deste herbicida em Latossolo Vermelho Amarelo Distrófico (LVAd) sob sistema de plantio direto de soja e milho a mais de dez anos no município de Sinop MT. Foi utilizado o delineamento experimental inteiramente casualizado onde os tubos de PVC de 100 mm de diâmetro com 30 cm de comprimento foram enterrados ao solo e adicionados aos mesmos às doses de 2250, 4500, 11250 e 22500 mL ha-1 do herbicida atrazine. Após o acúmulo de precipitação de 87 mm de chuva, os tubos foram levados à casa de vegetação onde foram semeadas sementes de pepino comum (Cucumis sativos) como bio indicador ao longo dos tubos. Foram analisadas as variáveis de altura de planta, acúmulo de matéria seca e área foliar onde se notou que houve lixiviação do herbicida no solo com redução no desenvolvimento de plantas de maneira mais pronunciadas para a profundidade de 20 a 30 cm.

Palavras-chave


Controle, efeito, Pepino.

Referências


ARANTES A. S.; LIMA J. S.; Sorção da atrazina em solos representativos da sub-bacia do rio das mortes - MG. Ecotoxicologia e Meio Ambiente; 16: p. 101 - 110; 2006.

CERDEIRA, A. L.; PESSOA M. C. P. Y.; SANTOS N. A. G.; LANCHOTE V. L.; Lixiviação de atrazine em solo em área de recarga do aquífero guarani; Revista Brasileira de Herbicidas; 4(1): p. 99 - 101; 2005.

CORREA, F. V.; MERCANTE, F. M.; FABRICIO, A. C.; CAMPOS, T. M. P.; JÚNIOR, E. A. V.; LANGENBACH, T.; Infiltração de atrazina em Latossolo submetido aos sistemas de plantio direto e convencional; Pesquisa Agropecuária Brasileira; Brasilia, v. 42; n. 11, p. 1617 - 1625; nov. 2007.

EWRC - European Weed Research Council.; Report of 3 rd and 4 rd meetings of EWRC: cittee of methods in weed research. Weed Research, v. 4, n. 1, p. 88, 1964.

FERREIRA, D. F. Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 35, n. 6, p. 1039 - 1042, 2011.

FURLAN, R. G.; MARTINS, J. F.; SANTOS, J. I.; ALVES, L. C. A.; Simulação do efeito residual da atrazine em cenoura. Horticultura Brasileira 34: p. 584 - 587; 2016.

GONÇALVES, M. S.; SAMPAIO S. C.; SUSZEK, F. L.; COELHO, S. R. M.; GODOI, I.; Atrazine leaching in soil submitted of swine wastewater application; Irriga, Botucatu, v. 21, n. 1, p. 131 - 139; 2016.

MARTINAZZO, R.; DICK, D. P.; HIRSCH, M. M.; LEITE, S. B.; PERALBA, M.  C. R.; Sorção de atrazina e de mesotriona em Latossolos e estimativa do potencial de contaminação; Química Nova; vol. 34; n. 8; São Paulo - SP; 2011.

SILVA, A. A. et al.; Herbicidas: classificação e mecanismo de ação. In: SILVA, A. A.; SILVA, J. F. (Eds.); Tópicos em manejo de plantas daninhas. Viçosa, MG: Universidade Federal de Viçosa; 367 p.; 2013.

TIBURCIO, R. A. S.; FERREIRA, F. A.; PAES, F. A. S. V.; MELO, C. A. D.; MEDEIROS, W. N.; Crescimento de mudas de clones de eucalipto submetidos à deriva simulada de diferentes herbicidas; Universidade Federal de Viçosa; Revista Árvore, Brasil; vol. 36, n. 1; p. 65 - 73; 2012.