Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
PRODUÇÃO DE ETANOL A PARTIR DE RESÍDUOS DO BENEFICIAMENTO DO ARROZ (Oryza sativa)
Camila da Silva Turini, Evaldo Martins Pires, Roberta Martins Nogueira

Última alteração: 15-10-18

Resumo


O arroz é um dos cereais mais consumidos e produzidos em todo mundo e o Brasil é o nono maior produtor mundial desse cereal. Uma das cadeias agrícolas mais tecnificada, a produção e o beneficiamento geram grande volume de resíduos, como a casca, o arroz quebrado e o farelo. O aproveitamento de resíduos para produção de etanol tem se tornado uma oportunidade potencialmente promissoras por apresentar viabilidade técnica e econômica. O objetivo será analisar a viabilidade técnica e econômica da hidrólise enzimática do arroz em casca tipo III e do resíduo da pré-limpeza, para a produção de bioetanol As amostras serão obtidas de uma indústria de processamento de arroz e levados a estufa de ventilação forçada a temperatura de 55oC e, posteriormente moídas em moinhos de facas com peneira de porosidade de 2 mm de diâmetro. Na primeira etapa, serão realizadas as análises químico-bromatológica através dos teores de cinzas, da umidade, da proteína bruta, do extrato etéreo, da fibra em detergente neutro (FDN), da fibra em detergente ácido (FDA), de amido, e dos açúcares redutores. Na segunda etapa, será realizada a hidrólise do amido utilizando as enzimas alfa-amilase e amiloglicosidase, e determinação açúcares redutores. Na terceira etapa, será realizado um pré-tratamento físico-químico, a explosão a vapor para deslignificação e posterior hidrólise da celulose com celulase, e determinação de açúcares redutores. Após hidrolisadas, as amostras serão levadas à fermentação alcoólica utilizando cepas de Sacharomyces cerevisiae, e o rendimento da fermentação (RF) será calculado pela relação entre a quantidade de etanol produzido (g/L) e o teor de açúcar redutor (AR) presente. Com base nos rendimentos obtidos em todas as fases que antecedem a produção de bioetanol será feita a análise econômica de cada método. Ao final deste trabalho, espera determinar as condições técnicas que potencializem o rendimento em etanol a partir da hidrólise enzimática dos resíduos do processamento do arroz.

Palavras-chave


Arroz, enzimas, etanol, hidrólise, resíduos.