Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
POLÍTICAS PÚBLICAS EDUCACIONAIS PARA ADOLESCENTES EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL: UM ESTUDO ALICERÇADO NA ANÁLISE CRÍTICA DO DISCURSO
Jussivania de Carvalho Vieira Batista Pereira

Última alteração: 17-10-18

Resumo


Os adolescentes em situação de vulnerabilidade social já sofrem com as mais variadas exclusões: social, politica, econômica, e isso refletem em serem apreendidos pelo sistema socioeducativo. E ao retornar a sociedade novamente é marcado por mais omissões de direitos entre eles a não reinserção educacional pelas escolas de Cuiabá/MT. O direito e acesso à educação no Brasil são regidos por diversas diretrizes, entre elas a Constituição Federal (1988). O art. 205 assegura que todos tem direito a educação. Mas, quando falamos de adolescentes egressos do sistema socioeducativo, a realidade tem sido contraditória. Aos jovens que já cometeram ato infracional é negado o direito de uma reintegração educacional e ou essa reinserção tem sido marcada por diversas dificuldades em conseguir vagas em uma escola. A educação para a maioria desses jovens ajuda no processo de ressocialização dos mesmos. Contudo, são poucos os documentos na área de educação em Mato Grosso que registram políticas públicas a favor de jovens egressos do sistema socioeducativo. Assim esse projeto tem por objetivo, investigar as políticas públicas educacionais para adolescentes em situação de vulnerabilidade social - com destaque para adolescentes egressos do sistema socioeducativo - desenvolvidas pela Secretaria de Estado da Educação de Mato Grosso e analisar os enunciados dos atores sociais que são responsáveis pela composição e execução dessas políticas, sob a corrente teórica da Análise Crítica do Discurso, do significado representacional de Fairclough (2003), do Realismo Critico de Bhaskar (1998) e da Linguística Sistêmico-Funcional de Halliday (2004). A pesquisa será de base quanti-qualitativa. Com o intuito de ofertar uma política pública para a Seduc, vou sugerir um plano de ação para área de adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Os resultados podem indicar uma integração maior de adolescentes egressos do sistema socioeducativo nas escolas de Mato Grosso.


Palavras-chave


adolescentes egressos; políticas públicas; reintegração; escola.