Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
SABERES E PRÁTICAS DE CURA NAS PRIMEIRAS INSTITUIÇÕES DE SAÚDE EM MATO GROSSO: EXPERIÊNCIAS DE NEGROS E NEGRAS À SAÚDE E ENFERMAGEM
Valdeci Silva Mendes

Última alteração: 25-09-18

Resumo


A pesquisa em andamento objetiva identificar e caracterizar os saberes e práticas de cura realizados por negros e negras em condições ou não de escravidão nas primeiras instituições de saúde construídas a partir de 1816 em Mato Grosso. Estudo de natureza história-social com apoio na abordagem da micro-história. As fontes de dados compõem-se de registros históricos sobre essas instituições de saúde e uso de fontes orais cedidas por um praticante enfermeiro negro que atuou na Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá por mais de 50 anos, ao Núcleo de Documentação e Informação Histórica Regional - (NDIHR) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) em 1981. A escolha guia conceitual de interpretações dos dados empíricos, vinculam-se as de análises crítica da sociedade e seus micros espaços a partir da compreensão da história natural de lutas de raças, das relações de poder e em uma perspectiva da colonialidade do saber e poder, categorias essas que comportam construções de narrativas histórica a respeito da saúde e enfermagem e de negros e negras praticantes de saúde, até então não familiarizados e sem significados a essas áreas de conhecimentos, cujas as razões sinalizam ter sido motivadas por ideias racialistas e impuseram a ocultação, o esquecimento, a exclusão e a subalternização desses praticantes e suas experiências em saúde, restringindo reconhecimento de suas contribuições material e simbólica a esses campos de saberes. Busca-se no cumprimento dessas etapas, vinculadas as leituras teóricas-conceituais e análises dos dados empíricos, a defesa de tese que venha contribuir no reconhecimento das experiências de negros e negras, em condições de escravizados ou não, que no desenvolvimento de saberes e práticas de cura, nessas primeiras instituições de saúde em Mato Grosso, contribuíram com as áreas de conhecimento em saúde e enfermagem, além de aportes à saúde da população na região onde atuavam, na ocasião de estarem à serviços nessas instituições de saúde, ocorrências essas a qual a historiografia da saúde e da enfermagem não os têm apresentados com devida importância e significados.


Palavras-chave


Saberes e Práticas de Cura. Praticantes Negros e Negras. Instituições de Saúde. Saúde e Enfermagem