Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA DE TRABALHADORES DE ENFERMAGEM A PARTIR DA TERCEIRA IDADE
JOAO PEDRO NETO DE SOUSA, THALISON FERNANDES PINHEIRO, ANTÔNIO CÉSAR RIBEIRO

Última alteração: 03-10-18

Resumo


INTRODUÇÃO: O construto Qualidade de Vida (QV) é discutido em diversas áreas do conhecimento pelas mais variadas razões, havendo uma variabilidade relacionada ao seu conceito, considerando assim como um “guardachuva teórico”, isso devido à subjetividade e complexidade que este possui a partir de olhares e opiniões diferentes, sejam individuais ou até mesmo coletivas. Esta polissemia de conceitos que se tem sobre QV provoca procura constante metodológica para tratamento científico e para conceituar a mesma em que a subjetividade é um ponto extremamente relevante. A QV é um elemento altamente pesquisado por estudiosos sobre o assunto, independentemente de sua ciência, acreditam que ter conhecimento sobre a mesma pode de alguma maneira contribuir para que haja conquista dessa desejada qualidade no viver. Entretanto, pouco se é visto ou questionado de como está a QV dos profissionais de enfermagem da terceira idade, podendo estes estar aposentados ou ainda em atividades. OBJETIVO: Avaliar o perfil de saúde e a qualidade de vida dos trabalhadores de enfermagem a partir da terceira idade. METODOLOGIA: Trata-se de um projeto matricial, com estudo epidemiológico, de delineamento transversal, descritivo e exploratório, que será realizado na região do Vale do Rio Cuiabá com profissionais de enfermagem. Para coleta dos dados, utilizará instrumentos para a: 1) Caracterização sócia demográfica e profissional dos sujeitos; 2) perfil de saúde dos indivíduos; 3) The Medical Outcomes Study 36-item ShortForm Health Survey (SF36) na intenção de verificar a QV dos indivíduos. Após a coleta de dados haverá a verificação estatística, que buscará a associação bivariada e o teste de Qui-quadrado (valor de p < 0,0 5) para associação estatisticamente significativa. Quanto aos Aspectos Éticos o projeto exposto será submetido ao Comitê de Ética e Pesquisa Humana da Universidade Federal de Mato Grosso, campus Cuiabá/MT, e somente após a sua aprovação a coleta de dados será iniciada. RESULTADOS ESPERADOS: Esperasse com este estudo incentivar o surgimento de ações/programas desenvolvidos em empresas ou intuições, seja ela pública ou privada, para a preparação, reflexão, compreensão e posteriormente um planejamento junto aos seus trabalhadores na fase de pré-aposentadoria, no intuído de garantir QV e que ele possa usufruir da mesma como merecido por toda uma contribuição prestada ao longo de sua vida. Sem contar também, no alerta de promoção e prevenção de agravos à saúde dos trabalhadores ainda em seu ambiente de trabalho, sobre os impactos que este pode oferecer para a vida toda, e chamar a atenção do movimento trabalhador para a maximização da luta por uma Qualidade de Vida no Trabalho (QVT), para todos os profissionais em geral, em especial aqui os de enfermagem, e levantar em discussão assuntos relevantes como às trintas horas, piso salarial, aposentadoria especial, dentre outros que ainda não faz jus a categoria.

 


Palavras-chave


Enfermagem; Qualidade de Vida; Terceira Idade