Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
EU, O PROFESSOR: UM ESTUDO SOBRE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DE PROFESSORES DE EDUCACAO FÍSICA EM INÍCIO DE CARREIRA
Luciane de Almeida Gomes, Evando Carlos Moreira

Última alteração: 25-09-18

Resumo


O presente trabalho relata o percurso de uma pesquisa colaborativa, desenvolvida numa perspectiva emancipatória com três professores de Educação Física em início de carreira, tendo como objetivo compreender como os professores de Educação Física em início de carreira transformam suas experiências formativas em algo a ser ensinado no seu percurso de desenvolvimento profissional e na construção da identidade profissional. Para que a pesquisa se caracterizasse como emancipatória eram necessárias três condições: a colaboração; ciclos sucessivos de reflexão crítica; envolver os partícipes nas atividades de pesquisa. Assim, a pesquisa utilizou dois dispositivos mediadores: a observação colaborativa, realizada por meio de processos cíclicos e sistemáticos na e sob a ação e os ciclos de estudos reflexivos; os ciclos de estudos reflexivos, caracterizada como uma estratégia que cria oportunidades para a reflexão crítica sobre a prática docente. As observações foram realizadas durante um ano letivo, sendo que a cada mês, durante três semanas estas eram realizadas com cada professor individualmente, na quarta semana todos se reuniam para os ciclos de estudos reflexivos e, nestes encontros, eram revistas as observações e cada professor refletia sobre o que fez, além dos estudos cujos os temas foram extraídos das necessidades observadas durante os percursos de observação e reflexão. (IBIAPINA, 2008) Os partícipes da pesquisa foram quatro professores de Educação Física efetivos da Secretaria Municipal de Ensino de Cuiabá, egressos da Faculdade de Educação Física da UFMT, que participaram do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID). Antes do início dos trabalhos de campo procedemos um estudo exploratório tendo como objetivo analisar a produção científica em pesquisa colaborativa no campo da Educação Física, na Biblioteca Digital de Teses e Dissertações – BDTD e no Banco de Teses e Dissertações da CAPES, a fim de identificar os trabalhos produzidos no âmbito dos programas de pós-graduação brasileiros. Foram encontrados 8 trabalhos, realizados entre os anos de 2007 e 2015, os dados indicaram que os trabalhos realizados no campo da Educação Física, são recentes e, apesar de crescente, ainda são escassos. O trabalho encontra-se em fase de análise dos dados e escrita do relatório de pesquisa, mas já sinaliza que a aproximação entre escola e universidade para atender os princípios da pesquisa precisa ser permanente, cumprindo a função de produção de conhecimento e de formação em uma relação de reciprocidade. Apesar de muitos autores se dedicarem aos anos iniciais da carreira, os professores que participaram da pesquisa vivem a inexistência de políticas de indução profissional, o que indica a necessidade de realização de trabalhos que se proponham a pesquisar com os professores, garantindo as condições necessárias para a perspectiva emancipatória.


Palavras-chave


Pesquisa Colaborativa; Professores iniciantes; Educação Física.