Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
ATRIBUTOS DA ATENÇÃO PRIMÁRIA EM SAÚDE NO CONTROLE DA HANSENÍASE: ÓTICA DO ENFERMEIRO
Gutembergue Santos de Sousa, Marília Brasil Xavier, Rodrigo Luis Ferreira da Silva

Última alteração: 03-10-18

Resumo


Introdução: A hanseníase, do ponto de vista de sua cronicidade e da necessidade de atenção contínua em todos os serviços, mediante uma vigilância de casos bem-estruturada, requer um planejamento dos serviços de saúde para seu controle enquanto endemia. Para tanto, exige um planejamento de acordo com as singularidades dos locais e de seus munícipes, mediante a estruturação e adequação das redes de atenção, tendo como protagonista a atenção primária e todos os serviços vinculados a ela. Objetivo: avaliar a presença e a extensão dos atributos essenciais e derivados da atenção primária em saúde no programa de controle da hanseníase sob a ótica do enfermeiro. Método: estudo avaliativo de programas de saúde, realizado entre agosto de 2015 e fevereiro de 2016, com 11 enfermeiros de unidades de saúde da atenção primária. Na coleta de dados foi utilizado um questionário validado para medir a presença e a extensão dos atributos da atenção primária em saúde no controle da doença. Foi realizada análise estatística e descritiva. Resultados: o município apresentou, pela média dos escores gerais e dos atributos essenciais e derivados, alta orientação para as ações de controle da hanseníase, com exceção do atributo acesso, que recebeu média abaixo do ponto de corte. Conclusão: mesmo com as fragilidades identificadas, o município apresenta alta orientação para o desenvolvimento das ações de controle da hanseníase na atenção primária em saúde. Tendo em vista que a hanseníase é um agravo prioritário na política de saúde do Brasil e diante da necessidade de fortalecimento da atuação da APS no seu controle, conhecer a presença e a extensão desses atributos, sob a ótica do enfermeiro, contribui para o direcionamento adequado das ações educativas e assistenciais da categoria e para o norteamento de sua atuação profissional frente a esta endemia, principalmente no que tange aos aspectos relacionados ao acesso do usuário ao serviço, atributo este que não foi bem avaliado pelos profissionais.


Palavras-chave


Hanseníase; Avaliação em Saúde; Qualidade da Assistência à Saúde; Enfermagem; Atenção Primária em Saúde.