Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
LABORATÓRIO DE APRENDIZAGEM AVANÇADA: POSSIBILIDADES NO ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA COMO L2 PARA O ESTUDANTE SURDO NO ENSINO SUPERIOR
Sebastiana Almeida Souza

Última alteração: 17-10-18

Resumo


Considerando as avaliações realizadas em algumas disciplinas no curso de Letras Libras Licenciatura, que envolvem a compreensão textual, os estudantes surdos vinham apresentando muitas dificuldades na semântica das palavras e textos, o que dificultava a compreensão da leitura e a produção escrita.  Em face disso, e por acreditarmos nas potencialidades e habilidades destes, é que elaboramos o projeto Laboratório de Aprendizagem Avançada, projeto de extensão devidamente registrado no SIEX – Sistema de Extensão da Universidade Federal de Mato Grosso, cujo objetivo é atender as necessidades dos estudantes surdos no que tange às suas dificuldades no processo de aprendizagem através do atendimento educacional especializado. Ressalta-se que o Laboratório de Aprendizagem Avançada, doravante LAA, é um espaço de experiências, em que desenvolvemos atividades que tratam de conteúdos e temas diversos, abrangendo o domínio educacional e interpessoal, contribuindo assim para o atendimento das necessidades dos estudantes no aprendizado da Língua Portuguesa como L2, tendo como objetivo proporcionar o atendimento educacional especializado aos estudantes surdos matriculados e egressos do Curso de Letras Libras, baseando-se no encontro do eu e do outro (as palavras do eu pelas contrapalavras do outro), favorecendo a compreensão  e fixação dos conteúdos aplicados e desenvolvidos em diversas atividades nos encontros semanais no Laboratório. Esse caráter de atendimento promove a construção de sentidos por meio da interação, na medida em que surgem as dúvidas, descobertas, conceitos e situações de aprendizagem, numa perspectiva de aprendentes, por meio de um processo de compartilhamento de saberes entre os participantes, numa perspectiva interativa/dialógica de viés bakhtiniana, em que o eu aprende com o outro e vice-versa. O estudo, em andamento, está sendo desenvolvido através da pesquisa-ação, fundamentado no arcabouço teórico de Bakhtin e o Círculo e nas contribuições de Vygotsky sobre aprendizagem na perspectiva sócio-histórica. Os conceitos bakhtinianos sobre interação, linguagem, alteridade, enunciado concreto e signo ideológico constituem o eixo condutor desta pesquisa, uma vez que aquilo que se pretende no LAA é obter uma metodologia para o ensino da Língua Portuguesa, em uso, como L2 para estudantes surdos. Atendemos duas turmas, num total de nove (09) estudantes surdos. Como resultados parciais, apontaremos aqui aqueles que consideramos mais relevantes: aprendizagem significativa dos estudantes em sala de aula, comprovado em produções textuais mais consistentes e com mais formalidade em outras disciplinas; registro da escrita em caderno; crescimento intelectual, emocional e psicológico através das atitudes e comportamentos dos estudantes em diversas situações e resoluções em que envolvem decisões; criticidade nas análise das charges; presença dos elementos coesivos da Língua Portuguesa nas produções textuais dos estudantes; comunicação  em Libras em eventos na UFMT com fluência e argumentação, envolvendo debates em educação; implantação do atendimento educacional especializado na matriz curricular do Curso de Letras-Libras – Licenciatura; esboço de um livro sobre a vida dos estudantes autores, além do desenvolvimento de uma metodologia que trabalhe o sentido da palavra nos diversos contextos de forma diferenciada e construtiva.

Palavras-chave


Aprendizagem. Atendimento Educacional Especializado. Ensino Superior

Referências


BAKHTIN, Mikhail Mikhailovitch. Estética da Criação Verbal. (B. Paulo, Trad.). 5º Ed. São Paulo, Martins Fontes, 2010.

______. Marxismo e Filosofia da Linguagem. 13ª Ed – São Paulo: Hucitec, 2012.

 

GONZÁLEZ REY, Fernando Luiz. Sujeito e subjetividade: uma aproximação histórico-cultural – trad. Raquel Souza Lobo Guzzo: revisão técnico do autor – São Paulo: Pioneira Thomson Lerning, 2005.

 

VYGOTSKY, Lev Semenovich, 1896 -1934. A Formação Social da Mente: organizadores Michael Cole... [ET AL]; tradução José Cipolla Neto, Luís Silveira Menna Barreto, Solange Castro Afeche – 7ª edição – São Paulo: Martins Fontes, 2007 – (Psicologia e pedagogia)

 

______. Pensamento e Linguagem: tradução Jefferson Luiz Camargo: revisão técnica José Cipolla Neto. – 3ª Ed. – São Paulo: Martins Fontes, 2005. – (Psicologia e pedagogia)