Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Inclusão de pessoas com deficiência intelectual no ensino superior: pesquisa qualitativa na UFMT
Jhessica Faustino da Silva, Jane Teresinha Domingues Cotrin

Última alteração: 05-10-18

Resumo


Nesta pesquisa qualitativa abordamos a inclusão de pessoas com deficiência intelectual no ensino superior, especificamente na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), e adotamos como referencial teórico a psicologia histórico-cultural. A revisão da literatura atual apontou que, no Brasil, as publicações sobre o tema são escassas, enquanto no exterior, as pesquisas relatam evidências de que a frequência ao ensino básico regular por essa população favorece o acesso ao ensino superior e posteriormente a entrada no mundo do trabalho. O objetivo geral desta pesquisa é compreender o processo de inclusão de pessoas com deficiência intelectual no ensino superior, com ênfase no desenvolvimento psicológico, a partir dos pressupostos da psicologia histórico-cultural. Os objetivos específicos são a) compreender como as relações interpessoais no ambiente acadêmico colaboram para o processo de educação inclusiva; b) descrever como os estudantes diagnosticados com deficiência intelectual se apropriam dos instrumentos disponíveis no ambiente acadêmico; c) investigar e descrever como se estabelece a relação aluno-conhecimento e d) contribuir para a construção de conhecimentos que favoreçam o processo de inclusão das pessoas com deficiência intelectual no ensino superior. Participaram da pesquisa três estudantes autodeclarados com deficiência intelectual de diferentes campi da universidade, que foram entrevistados a partir de um roteiro semiestruturado. As entrevistas foram gravadas, transcritas e se encontram em fase de análise temática.

[.1]


Palavras-chave


deficiência intelectual, ensino superior, inclusão, psicologia