Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Estado Nutricional e mortalidade em Idosos Admitidos e Readmitidos em Unidade de Terapia Intensiva.
Francilene Oliveira Andreo, Diana Borges Dock-Nascimento

Última alteração: 05-10-18

Resumo


Introdução: Reinternações constituem um problema nas instituições hospitalares e possibilitam aumento no risco de complicações, nas taxas de mortalidade, nos custos, dentre outras consequências. Taxas de reinternação são consideradas um indicador importante de qualidade dos serviços de saúde prestados ao paciente. As readmissões nas unidades de terapia intensiva estão associadas à piora da doença aguda, a maior tempo de internação, ao aumento de complicações, de custos e risco de mortalidade. Sabe-se que, idosos hospitalizados estão suscetíveis a alto risco de desnutrição, o que reflete em um maior risco de readmissão e mortalidade. Objetivo: Avaliar o estado nutricional e a mortalidade de pacientes idosos que internam e reinternam em unidade de terapia intensiva (UTI) de um hospital de Cuiabá-MT. Metodologia: Trata-se de um estudo observacional retrospectivo realizado em unidade de terapia intensiva de um hospital em Cuiabá – MT.  A amostra é composta por pacientes idosos, de ambos os sexo, internados ou reinternados em UTI de um hospital na cidade de Cuiabá- MT. Para coleta das informações, foram utilizados dados do formulário do serviço nutricional da UTI. Resultados parciais: Do total de 1049 pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva, no ano de 2015, foram elegíveis 678 (64,6%) e excluídos 371 por não serem idosos. Entre os 678 pacientes, 367 (54,1%) eram do sexo feminino e 311 (45,9%) do sexo masculino. E a mortalidade esteve presente de modo geral em 23,9% da amostra estudada.

 


Palavras-chave


Cuidados intensivos, idoso, desnutrição, mortalidade, readmissão hospitalar

Referências


Deutz NE, Matheson EM, Matarese LE, Luo M, Baggs GE, Nelson JL, Hegazi RA, Tappenden KA, Ziegler TR; NOURISH Study Group.. Readmission and mortality in malnourished, older, hospitalized adults treated with a specialized oral nutritional supplement: A randomized clinical trial. Clin Nutr. 2016 Feb;35(1):18-26. doi: 10.1016/j.clnu.2015.12.010.

Fingar K, Washington R. Trends in Hospital Readmissions for Four High-Volume Conditions, 2009–2013: Statistical Brief #196. 2015 Nov. Healthcare Cost and Utilization Project (HCUP) Statistical Briefs [Internet]. Rockville (MD): Agency for Healthcare Research and Quality (US); 2006 Feb-. Available fromhttp://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK338299/

Lu N, Huang KC, Johnson JA. Reducing excess readmissions: promising effect of  hospital readmissions reduction program in US hospitals. Int J Qual Health Care. 2016 Feb;28(1):53-8. doi: 10.1093/intqhc/mzv090.

Peters JS. Role of Transitional Care Measures in the Prevention of Readmission After Critical Illness. Crit Care Nurse. 2017 Feb;37(1):e10-e17. doi:10.4037/ccn2017218.

Teston EF, Silva JP, Garanhani ML, Marcon SS. Reinternação hospitalar precoce na perspectiva de doentes crônicos. Rev Rene. 2013 maio-jun; 17(3):330-7. doi: 10.15253/2175-6783.2016000300005.

Wong EG, Parker AM, Leung DG, Brigham EP, Arbaje AI. Association of severity of illness and intensive care unit readmission: A systematic review. Heart Lung. 2016 Jan-Feb;45(1):3-9.e2. doi: 10.1016/j.hrtlng.2015.10.040.