Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Associação entre a qualidade da dieta e indicadores de risco cardiovascular em adultos com dislipidemias
Leticia Sayuri Adama Costa, Júlia Gonçalves Domingues, Ana Carolina Pinheiro Volp

Última alteração: 03-10-18

Resumo


As doenças cardiovasculares (DCV) são a principal causa de mortalidade no Brasil e no mundo, e a dislipidemia está entre os fatores de risco para seu desenvolvimento. É amplamente aceito que a dieta pode influenciar o estado de saúde do indivíduo, com considerável participação no desenvolvimento de DCV. Nesse sentido, a identificação do padrão alimentar permite verificar o risco para doenças crônicas relacionadas à alimentação, e os índices dietéticos têm sido utilizado para avaliação global da qualidade da dieta. O objetivo desse estudo é avaliar a associação entre a qualidade da dieta e os indicadores de risco cardiovascular em adultos com dislipidemia. Trata-se de um estudo transversal, que serão recrutados 120 voluntários com idade entre 20 e 59 anos de ambos os sexos com alteração do perfil lipídico no período de setembro de 2018 a março de 2019. Dados antropométricos e clínicos serão mensuradas e analisadas conforme descrito e padronizado na literatura. Será considerado alteração no perfil lipídico: colesterol total ≥190 mg/dl, lipoproteína de baixa densidade (LDL) ≥130 mg/dl, lipoproteína de alta densidade (HDL) ≤40 mg/dl para homens e ≤50mg/dl para mulheres, triglicérides ≥150 mg/dl, e/ou colesterol não-HDL ≥160 mg/dl. As informações de ingestão alimentar serão obtidas por meio de um questionário de frequência alimentar validado para população cuiabana. A qualidade da dieta será analisada pelo Índice de Qualidade da Dieta Revisado e Índice de Alimentação Saudável. As análises estatísticas serão efetuadas utilizando o programa estatístico SPSS 15. Os dados serão apresentados por meio de estatísticas descritivas, com média ± desvio-padrão para variáveis paramétricas ou mediana (intervalo interquartil) para variáveis não paramétricas. Será utilizado o teste de Kolmogorov-Smirnov para verificar a distribuição das variáveis. As comparações entre os grupos serão feitas mediante o teste T de Student ou Man-Whitney quando os dados não apresentarem distribuição normal. Serão utilizados os testes de correlação de Pearson ou Sperman conforme distribuição. Será considerado o nível de significância estatística de 5% para os testes utilizados. O projeto foi submetido e aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital Universitário Júlio Muller de Cuiabá, Mato Grosso.