Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
INCIDÊNCIA DE INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS E FATORES DE RISCO ASSOCIADOS EM PESSOAS DE MEIA IDADE E IDOSOS
Priscila Aguiar Mendes, Annelita Almeida Oliveira Reiners, Ana Carolina Macri Gaspar, Aenne Zandonadi Rodrigues Santana, Janderson Diego Pimenta da Silva, Rosemeiry Capriata de Souza Azevedo

Última alteração: 03-10-18

Resumo


Introdução: Nos últimos anos o comportamento sexual de adultos tem sofrido mudanças. Pessoas de meia idade e idosos têm exercido sua sexualidade de maneira mais liberal e a disponibilização de medicamentos como o citrato de sildenafila têm contribuído para que elas permaneçam ativas sexualmente. Ao mesmo tempo, observa-se aumento crescente dos casos de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) nessa população devido a vários fatores como aumento da sobrevida de pessoas vivendo com HIV, sexo desprotegido, falta de percepção de risco e negligência dos profissionais da saúde em não abordar a sexualidade no atendimento. Objetivo: Analisar a incidência e fatores de risco associados à IST em pessoas de meia idade e idosos. Metodologia: Estudo longitudinal, analítico a ser realizado com pessoas de meia idade e idosos atendidos no Centro de Triagem e Aconselhamento e Serviço de Atenção Especializada (CTA/SAE) do polo regional de saúde do município de Tangará da Serra-MT. Os dados serão coletados no período de janeiro a dezembro/2019, por meio de testes rápidos para detecção de HIV, sífilis e hepatites B e C e posterior entrevista com instrumento contendo questões sobre características sociodemográficas, condições de saúde e comportamento sexual. A análise dos dados será descritiva e inferencial. Aspectos éticos: O projeto será submetido ao Comitê de Ética em pesquisa do Hospital Universitário Júlio Müller, atendendo às normas estabelecidas na resolução 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde, em todas as etapas da pesquisa.