Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
AGRICULTURA FAMILIAR E DESENVOLVIMENTO LOCAL: OS DESAFIOS PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO NA ASSENTAMENTO CÓRREGO DO OURO, MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DE LEVERGER-MATO GROSSO
Helene Lima Costa

Última alteração: 26-10-18

Resumo


O Estado de Mato Grosso é ocupado por 86.167 estabelecimentos de agricultura familiar camponesa em 4.884.212 ha. Esse modelo de atividade se configura não somente no âmbito econômico, mas também sustentável e ecológico, partindo do princípio da qualidade de vida. Diante desse contexto, este trabalho pretende apresentar determinadas visões sobre a agricultura familiar no pensamento econômico e social e busca conhecer a realidade da agricultura familiar no Assentamento Córrego do Ouro que localiza-se no município de Santo Antônio de Leverger-MT,  e é composto por 70 famílias cuja produção reside em hortaliças comercializadas em feiras ou para atravessadores que revendem para diferentes instituições comerciais. Contudo, a renda obtida não é o suficiente para estimular o desenvolvimento local obrigando os agricultores familiares a realizar atividades não-agrícolas. Para atingir os objetivos propostos, foram utilizadas bases de dados secundárias, tais como atas de reuniões da associação e da escola local, e entrevista em lócus. O texto pretende trazer alguma contribuição para o debate atual sobre o papel e a importância da agricultura familiar no Estado de Mato Grosso, onde é altíssimo os dados referentes ao agronegócio, evidenciando à sua resiliência num quadro de concentração da produção e de esvaziamento demográfico do campo.