Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
A professora Serys Marly Slhessarenko da educação a política
Marcilene Cardoso Oliveira Mendes

Última alteração: 03-10-18

Resumo


O projeto de pesquisa “A professora Serys Marly Slhessarenko da educação a política” se insere no grupo de pesquisa: Docência e memória social, ação política de sujeitos envolvidos na docência e no exercício de cargos políticos eletivos, que engloba o projeto de pesquisa em desenvolvimento “Gênero, Vida e Ação: memórias de docentes que exerceram cargos eletivos na esfera municipal, estadual e federal”, devidamente aprovado pelo Conselho de Ética, CAAE:70537316.9.0000.5690, parecer n.º 2.273.031, coordenado pela professora doutora Marlene Gonçalves. A professora Serys Marly Slhessarenko prestou vinte e seis anos de serviço a UFMT – Universidade Federal de Mato Grosso se aposentando nessa instituição. No cenário político atuou como secretária municipal e estadual de educação, foi eleita por três mandatos consecutivos à Assembleia Legislativa de Mato Grosso entre os anos de 1991 a 2002, sendo que no primeiro mandato (1991 a 1994), e no terceiro mandato (1999 a 2002), foi a única mulher eleita. Nas eleições de 2002, foi a primeira mulher eleita por Mato Grosso ao Senado e, em 2018 aos setenta e três anos concorre a uma vaga de deputada federal. Diante da sua presença tanto na educação quanto na política, justifica-se a nosso ver o registro das memória de sua trajetória. Recorrendo à memória, será possível reconstruir o passado e conhecer o momento vivido, uma vez que ela tem a propriedade de conservar informações. Pela memória, é possível fazer emergir o passado no presente, isso ocorre por meio das lembranças vividas. Sendo assim, intentamos com o presente estudo registrar as memórias da mulher, professora, ex-deputada estadual, ex-senadora Serys Marly Slhessarenko. Como problemática levantada buscamos averiguar sua atuação no cenário político, verificando se como partícipe desse processo contribuiu para a educação em Mato Grosso e, se o fez, de que maneira? Sua trajetória de vida se alinha com seus ideais enquanto educadora e política? Que legado deixou para a educação do Estado? A metodologia que norteará a pesquisa é a qualitativa, como método de análise será utilizado a prosoprografia que nos oferece suporte teórico, uma vez que ela nos permite perscrutar características comuns de atores na história, por meio de minucioso estudo sistemático de suas vidas. Como recurso para recolha de dados será utilizado entrevista e questionário. Para realizar a reconstituição do passado de Serys Marly Slhessarenko, utilizaremos a memória oral, assim recorreremos ao testemunho de familiares, ex-alunos e do próprio sujeito da pesquisa.  Realizaremos análise documental que englobará um conjunto de documentos: atas parlamentares, jornais, fotografias, folhetos, vídeos e outros materiais que contribuam para complementar informações obtidas, nesse sentido a recolha de dados será por meio da memória oral e da memória arquivada. Ao registrarmos as memórias da referida professora, tornaremos sua trajetória visível, recriando e reforçando a existência da professora na política, e dessa maneira interpretar a presença da mulher na educação e na política sob a ótica da trajetória de uma professora.

 

 

 


Palavras-chave


Memória. Educação. Política