Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Classificação do uso do solo e identificação de anomalias térmicas por sensoriamento remoto em Cuiabá, Mato Grosso.
Pablinne Cynthia Batista da Silva

Última alteração: 23-10-18

Resumo


A maior parte da população mundial concentra-se em áreas urbanas onde a vida e as condições ambientais têm se desenvolvido de maneira imprópria. A intensificação do processo de urbanização tem sido uma das atividades antrópicas mais estudadas nas últimas décadas, diante da crescente influência sobre o clima local. A substituição de ambientes naturais por áreas construídas, que geralmente acontece de forma desordenada e sem diretrizes, alteram a qualidade térmica socioambiental, gerando diferenciações térmicas entre a cidade e seu entorno. A heterogeneidade da superfície urbana, pelos diferentes tipos de materiais, cria diferentes tipos microclimas, resultando em alterações indiretas da estrutura, funcionamento e dinâmica dos sistemas urbanos. Essas modificações geram alterações irreversíveis, causando a degradação de várias características biológicas e físicas do ambiente. Neste sentido, o sensoriamento remoto, vem se tornando uma ferramenta eficiente e viável, a um menor custo para as análises urbanas nos últimos anos. Desta maneira, este estudo tem por objetivo analisar a influência das diferentes coberturas do solo sobre a temperatura e a umidade da superfície para os anos de 2014 a 2017 em Cuiabá-MT. Imagens do satélite Landsat 8 serão utilizadas em conjunto com técnicas geo-espaciais para classificar a cobertura do solo a partir da lógica de fuzzy e imagens do satélite Aster serão utilizadas para análise da temperatura da superfície diurnas e noturnas. A partir dos dados obtidos e da aplicação de técnicas geoestatísticas, os dados de classificação do solo e temperatura da superfície serão correlacionados a fim de verificar o grau de influência de áreas antropizadas e áreas vegetadas sobre o conforto térmico da cidade. Portanto, espera-se como resultado, identificar maior concentração de áreas antropizadas, principalmente em áreas centrais, e menor concentração de áreas vegetadas ao longo da cidade. Desta maneira, espera-se identificar maiores valores de temperatura e menores valores de umidade da superfície em áreas construídas e de solo exposto, que influenciará negativamente nas áreas do seu entorno e pode causar graves impactos socioambientais.


Palavras-chave


Urbanização, lógica de fuzzy, ilha de calor, áreas vegetadas.