Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Ascomicetos assexuais decompositores na Estação Ecológica Rio Ronuro, Mato Grosso, Brasil.
Geiziquele de Lima

Última alteração: 15-10-18

Resumo


Os fungos conidiais possuem grande importância para o meio ambiente, pois desempenham funções ecossistêmicas como a decomposição da matéria orgânica e a ciclagem de nutrientes. Apesar da grande importância desses microrganismos e da imensa diversidade biológica, ainda há poucos registros para o Brasil e praticamente desconhecidos para a Estação Ecológica Rio Ronuro. O objetivo do trabalho foi coletar e identificar os fungos conidiais associados a decomposição da serapilheira na Esec Rio Ronuro localizada no estado do Mato Grosso. Após a coleta, as amostras foram processadas, lavadas e separadas entre folhas e galhos, sendo acondicionadas em câmaras-úmidas. Após o terceiro dia de incubação as estruturas reprodutivas como: conidióforos, células conidiogênicas e conídios dos fungos foram confeccionadas em lâminas permanentes para o estudo morfológico. Foram identificadas 36 espécies, pertencentes a 29 gêneros dos fungos conidiais, indicando uma alta diversidade biológica  desses fungos para a região, sendo todos novos registros para a Esec Rio Ronuro.



Palavras-chave


Biodiversidade; Fungos sapróbios; Taxonomia

Referências


ALEXOPOULOS, C.J.; MIMS, C.W. & BLACKWELL, M. 1996. Introductory Mycology. 4 ed. New York: John Wiley, Sons. 869 p.

 

BARBOSA, F. R. et al. Fungos conidiais decompositores de substratos vegetais. In: RODRIGUES, D. J. et al. Biodiversidade do Parque Estadual Cristalino. Sinop, MT: Áttema Editorial, 2015. Página 41-52.

 

BARBOSA, F. R., MAIA, L. C., & GUSMÃO, L. F. P. 2009. Fungos
conidiais associados ao folhedo de Clusia melchiorii Gleason e C.
nemorosa G. Mey. (Clusiaceae)
em fragmento de Mata Atlântica, BA,
Brasil. Acta Botanica Brasilica, 23(1): 79-84.

 

BARBOSA, F. R.; GUSMÃO, L. F. P., CASTAÑEDA-RUIZ, R. F. 2017. Craspedodidymella, a new genus of hyphomycetes from the Brazilian Amazon rainforest, Micotaxon,132(3): 643-647.

 

CASTAÑEDA-RUIZ, R.F. 2005. Metodología en el estudio de los hongos anamorfos. In: Anais do V Congresso Latino Americano de Micologia. Brasilia. p.: 182-183.

 

CASTRO, C. C.;GUTIÉRREZ,A. H.; SOTÃO,H.M.P. Fungos conidiais em Euterpe oleracea Mart. (açaizeiro) na ilha do Combu, Pará-Brasil. Acta Botânica Brasilica 26(4): 761-771.2012.

CASTRO, C. C.;GUTIÉRREZ,A. H.; SOTÃO,H.M.P. Novos registros de fungos anamorfos (hifomicetos) para o Neotrópico e América do Sul. Revista Brasileira Botânica, 34(4), 515-521, out.-dez. 2011.

 

GUSMÃO, L. F. P.; BARBOSA, F. R.; CRUZ, A. C. R. Espécies de Curvularia (Fungos anamórficos – Hyphomycetes) no semi-árido do estado da Bahia, Brasil. Sitientibus Série Ciências Biológicas, 5 (1): 12-16. 2005.

 

GRANDI, R. P.; SILVA,P.;VITAL, D. M. Hyphomycetes (fungos conidiais) associados a briófitas em decomposição. Acta Botânica Brasilica 22(2): 599-606. 2008.

 

HARTMAN, G. L. et al. (Ed.). Compendium of soybean diseases and pests. APS PRESS, the American Phytopathological Society, 2015.

 

KIRK, P.M., et al. 2001. Ainsworth and Bisby's Dictionary of the fungi, 9th ed. Cabi, Wallingford.

 

MAGALHÃES, D. M. A., et al.. 2011. Riqueza de
fungos anamorfos na serapilheira de Manilkara maxima, Parinari alvimii
e Harleyodendro nunifoliolatum
na Mata Atlântica do Sul da Bahia. Acta
Botanica Brasilica
, 25(4): 899-907.

 

MAGNUSSON, W. E. et al. Amazônia: Biodiversidade Incontrolável. In: Peixoto, A. L.; Luz, J. R. P.; Brito, M. A. (Org.). Conhecendo a Biodiversidade. MCTI, CNPq, PPBio, Brasília. 191pp.. Ied.: Editora Vozes, 2016, v., p. 113-123.

 

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE, Florestas do Brasil em resumo - 2013: dados de 2007-2012. / Serviço Florestal Brasileiro. – Brasília: SFB, 2013.188 p.

MONTEIRO, J.S.; CASTAÑEDA-RUIZ, R. F.;GUSMÃO, L. F. P. Thozetella coronata and ypsiloidea spp. nov. from the Brazilian Amazon foret. Micotaxon. July- September 2016 v.131, pp 605-611.

MARQUES, M. F. O.; GUSMÃO, L. F. P.; MAIA, L. C. 2008. Riqueza de espécies de fungos conidiais em duas áreas de Mata Atlântica
no Morro da Pioneira, Serra da Jibóia, BA, Brasil. Acta Botanica. Brasilica, 22(4): 954-961.

RICOTTA, C., BELLO, MORETTI, F.,CACCIANIGA, M., CERABOLINI, B. E. L., PAVOINE, S. (2016), Measuring the functional redundancy of biological communities: a quantitative guide. Methods in Ecology and Evolution. 7: 1386-1395.

SANTANA, M.V. et al. .; Microfungos associados à serapilheira na Mata Atlântica e Caatinga, Bahia, Brasil. R. bras. Bioci., Porto Alegre, v. 15, n.3, p. 135-142, jul./set. 2017.

SILVA, S. S.; SANTA ISABEL. T. S.; GUSMÃO, F.P. Fungos conidiais associados a substratos vegetais submersos em algumas áreas do bioma Caatinga. Rodriguésia v. 65(2). p527-538.2014.