Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Cinza vegetal e manejos de aplicação em Urochloa brizantha no Cerrado mato-grossense.
Bency G Simeon, Edna Maria Bonfim-Silva, Tonny José Araújo da Silva

Última alteração: 26-10-18

Resumo


Resumo: As pastagens estão distribuídas nacionalmente nos mais distintos ecossistemas, e dentre as mais utilizadas no Brasil destacam-se as do gênero Urochloa. Nesse sentido, a Urochloa brizantha (Hochst. ex A. Rich.) R.D. Webster cv. BRS Paiaguás vem se destacando como uma importante alternativa para cultivo no Cerrado brasileiro. No entanto, é preciso considerar que o manejo de nutrientes do solo é fundamental para a manutenção do potencial produtivo das culturas. Nesse contexto, a utilização da cinza vegetal pode representar uma importante fonte de nutrientes, além da destinação que é dada a esse resíduo industrial. Esses materiais apresentam ainda elevado potencial de correção da acidez do solo. Assim, objetiva-se avaliar a utilização da cinza vegetal como corretivo e fertilizante associada a duas formas de aplicação (incorporada e não incorporada ao solo), em pastagem de capim Paiaguás no Cerrado Mato-grossense. O experimento será realizado em campo, na Universidade Federal de Mato Grosso, município de Rondonópolis - MT. O delineamento experimental será em blocos casualizados, em esquema fatorial 5 x 2, correspondentes a cinco doses de cinza vegetal (0; 8; 16; 24 e 32 t ha-1) e duas formas de aplicação (cinza incorporada e não incorporada ao solo). As parcelas experimentais principais (6 x 12 m) receberão as doses de cinza vegetal, enquanto as subparcelas (6 x 6 m) comportarão as formas de aplicação desta. Serão utilizadas 4 repetições, perfazendo o total de 24 parcelas e 48 subparcelas na área experimental. As variáveis respostas serão avaliadas a cada período de 30 dias, de janeiro a abril de 2018 e no mesmo período em 2019. Serão avaliadas características químicas do solo (pH, matéria orgânica, fósforo, potássio, cálcio, magnésio, enxofre, hidrogênio + alumínio (H+Al), alumínio (Al+3), boro, cobre, ferro, manganês, molibdênio e Zinco), cobertura do solo (pelo método de inspeção visual no campo (line-transect method)), leitura SPAD, altura de planta (cm), número de folhas, número de perfilhos, índice de área foliar (IAF), relação folha/colmo e produção de massa seca (kg de MS ha-1).

 

Palavras-chave:

Adubação, biometria de plantas, gramínea forrageira, pastagem, resíduo sólido na agricultura.