Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Efeito da restrição proteica durante a prenhez sobre as expressões de Prohormônios convertases 1/3 e 2, glucagon e GLP-1 em ilhotas pancreáticas
Gleicielly Leite Vieira da Silva, Marcia Queiroz Latorraca

Última alteração: 03-10-18

Resumo


A massa de células beta pancreáticas apresenta grande plasticidade que garante  a manutenção da glicemia sem grandes oscilações tanto em situações normais  quanto na presença de doenças. Na restrição proteica são observadas alterações na estrutura e função das ilhotas pancreáticas, caracterizadas por diminuição da massa de células beta e da secreção de insulina. Por outro lado, a prenhez é uma situação fisiológica caracterizada por aumento da massa de células beta e da secreção de insulina. A expansão das células beta observada na prenhez normal tem sido atribuída, em parte, ao efeito do GLP-1 produzido pelas células alfa pancreáticas, produtoras de glucagon. Tanto o glucagon quanto o GLP-1 são codificados pelo gene do proglucagon. Nas células alfa, o gene do proglucagon é transcrito e traduzido em proglucagon que é clivado pela ação do prohormônio convertase 2 (PC2) e forma glucagon. A produção de GLP-1 em células alfa requer a ação da por prohormônio convertase 1/3 (PC1/3).  Em situações de estresse, de regeneração e de intensa expansão de células beta pancreáticas, como na prenhez, ocorre aumento da expressão de PC1/3 e da co-localização do glucagon e GLP-1 em células alfa. Assim, avaliamos o efeito da restrição proteica durante a prenhez sobre as expressões de PC 1/3, PC2, glucagon e GLP-1, bem como a co-localização desses hormônios e a co-localização de PC1/3 e glucagon em ilhotas pancreáticas. Foram utilizadas ratas adultas prenhes (20° dia) e não prenhes que foram mantidas com dieta normoprotéica (CNP e CP, respectivamente) ou hipoprotéica (HPNP e HPP, respectivamente). A expressão do glucagon, GLP-1, PC2, PC1/3 e a co-localização desses hormônios foi determinada por imunofluorescência. Os resultados foram avaliados por análise de variância a dois fatores, seguido de teste de comparação múltipla de médias, quando necessário. A expressão de PC2 foi menor nos grupos HPP e HPNP em comparação aos grupos CP e CNP, enquanto a do glucagon foi menor no grupo HPP em relação aos demais grupos. A PC1/3 foi menor no grupo HPNP e maior no grupo HPP em relação aos demais grupos, e foi similar nos grupo CP e CNP.   A expressão do GLP-1 foi menor nos grupos LPP e LPNP em relação aos grupos CP e CNP.  A prenhez aumentou a co-localização de glucagon e PC1/3, bem como a co-localização de glucagon e GLP-1 em células alfa, independente do estado nutricional. Portanto, a restrição proteica durante a prenhez aumentou a expressão da PC1/3, resultando em diminuição da expressão do glucagon. Entretanto, o aumento da PC1/3 não foi suficiente para aumentar a expressão do GLP-1.

Palavras-chave


GLP-1, prenhez, restrição proteica, célula alfaEfeito da restrição proteica durante a prenhez sobre as expressões de Prohormônios convertases 1/3 e 2, glucagon e GLP-1 em ilhotas pancreáticas

Referências


Moffett RC, Vasu S, Thorens B, Drucker DJ, Flatt PR. Incretin receptor null mice reveal key role of GLP-1 but not GIP in pancreatic beta cell adaptation to pregnancy. PLoS One. 2014; 9(6): e96863.

Campbell, J.E., and Drucker, D.J. (2013). Pharmacology, physiology, and mechanisms of incretin hormone action. Cell Metab. 17, 819–837.

Lee Y. S. Anti-diabetic actions of glucagon-like peptide-1 on pancreatic beta-cells. Metabolism Clinical and Experimental. 2014; 63(1): 9-19.

Timper, K., Dalmas, E., Dror, E., Reutti, S., Thienel, C., Sauter, N.S., Bouzakri, K., Bedat, B., Pattou, F., Kerr-Conte, J., et al. (2016). Glucose-dependent insulinotropic peptide stimulates glucagon-like peptide 1 production by pancreatic.

islets via interleukin 6, produced by a cells. Gastroenterology 151, 165–179.