Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Características fitométricas do trigo irrigado e submetido a adubação com nitrogênio, potássio e enxofre em Cerrado de baixa altitude.
Raphael Pereira França de Paula, Edna Maria Bonfim-Silva, Tonny José Araújo da Silva

Última alteração: 26-10-18

Resumo


A cultura do trigo vem sendo cultivada principalmente na região Sul do Brasil, com expansão para outras regiões, como o Centro-Oeste, que vem obtendo produtividades médias significativas quando comparadas a região Sul. O uso de fertilizantes vem crescendo em todo Brasil, sendo a região Centro-Oeste responsável pelo maior crescimento. O nitrogênio e o enxofre nas plantas estão estritamente relacionados, pois são constituintes das proteínas, enquanto que o fornecimento do potássio para as plantas de trigo contribui para o aumento da resistência ao acamamento dessa cultura quando adubada com altas doses de nitrogênio. Serão realizados simultaneamente dois experimentos (experimento 1: combinações de nitrogênio/potássio e experimento 2: nitrogênio/enxofre) nos anos de 2018 e 2019, na área experimental da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus de Rondonópolis. Será realizada uma amostragem do solo na camada de 0 a 0,2 m de profundidade, para caracterização química e granulométrica. Com base nos resultados das análises de solo, serão realizadas recomendações de calagem e adubação, com exceção do nitrogênio, potássio e enxofre, para que venha atender à necessidade nutricional da cultura. No primeiro experimento serão utilizadas cinco doses de nitrogênio (0, 70, 140, 210 e 280 kg ha-1) com cinco doses de potássio (0, 50, 100, 150 e 200 kg ha-1) e no segundo experimento serão utilizadas cinco doses de nitrogênio (0, 70, 140, 210 e 280 kg ha-1) com cinco doses de enxofre (0, 25, 50, 75 e 100 kg ha-1), ambos em estudo de superfície de resposta baseado em desenho experimental composto central modificado de um fatorial 5x5 fracionado, com delineamento de blocos casualizados, com quatro repetições. Cada unidade experimental será composta por 9 linhas de 6 m de comprimento e 0,20 m entre linhas. A área útil de cada unidade experimental será constituída pelas 5 linhas centrais, sendo desprezado 0,75 m das extremidades, formando uma área útil de 4,5 m2. A profundidade de semeadura será de 5 cm, com densidade de 350 sementes viáveis por m2. Serão realizados cultivos consecutivos em dois anos agrícolas (2018/2019 e 2019/2020). A irrigação do experimento será realizada por um sistema de aspersão com barra irrigadora, de acordo com a demanda climatológica, utilizando o modelo de Penman-Monteith. Serão avaliados os seguintes parâmetros: altura da folha bandeira (cm)[AF1] , número de colmos, acamamento, índice SPDA, comprimento da espiga (cm), diâmetro da espiga (mm) e comprimento do pedúnculo (cm). Serão correlacionadas entre si todas as variáveis fitométricas. Os resultados serão analisados por meio de regressão polinomial para a interação nitrogênio x potássio[AF2] e nitrogênio x enxofre, caso não haja interação significativa, será efetuado o estudo de regressão para os fatores isolados. Será utilizado o nível de significância de 5 % de probabilidade em todos os testes estatísticos.

[AF1]Incluir as unidades.

[AF2]E nitrogênio x enxofre?


Palavras-chave


Triticum aestivum, biometria de plantas, adubação de trigo, relação de nutrientes.