Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
As politicas de recomendação de conteúdo online e suas tensões para a cultura
Matheus Cardoso Demarco, Giordanna Santos

Última alteração: 04-10-18

Resumo


Pensando em contribuições para o momento acadêmico atual nos estudos sobre cibercultura em que o aumento do acesso à internet resultou em maiores facilidades para construções de representações online nos ambientes digitais, esta pesquisa tem como tema principal as políticas de recomendação de conteúdos musicais no Spotify e Youtube. De modo mais específico, a análise se propõe a observar de quais modos as perspectivas comerciais da indústria fonográfica nessas plataformas podem gerar tensões para a fruição de cultura, já que a web é popularmente reconhecida enquanto altamente flexível e democrática para navegação e encontro de conteúdos que, muitas vezes, não seriam encontrados ou simplesmente descobertos em fruição off-line.

A pesquisa, de forma mais ampla, procurará estabelecer relações entre as interpretações populares contemporâneas que reconhecem o potencial do contexto digital para os indivíduos e as pretensões comerciais das camadas produtivas de materiais musicais nesses dois ambientes. As hipóteses deste trabalho consistem em identificar em como esses atravessamentos afetam os modos de viver dos indivíduos em sociedade, ou seja, sua cultura.


Palavras-chave


Cibercultura, Fruição cultural; Indústria fonográfica; Spotify; Youtube.