Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Uma abordagem filogenética para explicar a assembleia dos peixes na bacia do alto Amazonas
Alejandro Omar Loyola-Bartra, Jerry Magno Penha

Última alteração: 25-10-18

Resumo


Resumo: Pesquisas anteriores com foco na avaliação da diversidade e a assembleia de diferentes organismos em regiões temperadas comprovaram que existe efeito da escala espacial e das relações filogenéticas. No entanto, na bacia do alto Amazonas, pouco se conhece como a composição dos peixes e se suas abundancias estão relacionadas com a filogenia e as distâncias espaciais. Aqui, o objetivo é estimar a influência de fatores espaciais, ambientais e filogenéticas sobre a distribuição dos peixes, e propor o uso de filogenia como uma ferramenta melhor para conhecer a comunidade dos peixes em uma das regiões mais ricas do mundo, a bacia do alto Amazonas. Dados de abundância de peixes serão utilizados a partir de 201 estações de amostragem, dados ambientais da base de dados da BioClim e dados filogenia de informação bibliográfica. Análise de redundância parcial será usada para conhecer a influência pura e compartilhada de fatores espaciais, filogenéticas e ambientais na assembleia de peixes. A riqueza será padronizada com curvas rarefação, a alpha-diversidade filogenética será usada para conhecer a diversidade da bacia do alto Amazonas. Espera-se que os fatores espaciais e filogenéticas sejam os mais influentes na assembleia de peixes na área de estudo. Além disso, espera-se que a distância filogenética média dentro das comunidades seja menor do que a distância prevista por ao acaso.


Referências