Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
AVALIAÇÃO DOS PADRÕES MICROMETEOROLÓGICOS DE UMA SUB BACIA NO PANTANAL MATO-GROSSENSE
Keylyane Santos da Silva Alves

Última alteração: 23-10-18

Resumo


A bacia hidrográfica é considerada uma unidade espacial ideal para o planejamento e o gerenciamento integrado dos recursos naturais no meio ambiente por ela definida. A Política Nacional de Recursos Hídricos, instituída pela Lei nº 9.433, de 8 de janeiro de 1997, incorpora princípios e normas para a gestão de recursos hídricos adotando a definição de bacias hidrográficas como unidade de estudo e gestão. Assim, é de grande importância para gestores e pesquisadores a compreensão do conceito de bacia hidrográfica e de suas subdivisões. Ao longo dos anos foram formuladas várias definições de bacias hidrográficas, no entanto o que se percebe são algumas semelhanças e considerações em tais conceitos para determinado recorte espacial, baseado na área de concentração de determinada rede de drenagem. Em contraponto as definições para as subdivisões da bacia, consiste em me abordagens diferenciadas que consideram fatores que vão desde o físico ao ecológico. Neste caso a definição mais comum das sub-bacias são áreas de drenagem dos tributários do curso d’água principal. Atualmente no Estado de Mato grosso tem aumentado o número de estudos que visam analisar bacias hidrográficas, principalmente por conta das construções de PCHs (Pequenas Centrais Hidrelétricas), que segundo alguns autores, tal atividade pode causar mudanças no regime hidrológico e/ou micrometeorológico de uma região. A sub bacia Ribeirão Ponte de Pedra é uma sub bacia do Rio São Lourenço situada a aproximadamente 30 km da cidade de Rondonópolis – MT entre as latitudes -16° 32’ 22” e -17° 10’ 43” e longitudes -54° 54’ 37” e -54° 07’ 31”. Existem duas PCHs na sub bacia Ribeirão Ponte de Pedra, a PCH Rondonópolis e a PGH José Gelázio da Rocha e ao longo da sub bacia foram instaladas 5 torres micrometeorológicas para o monitoramento de variáveis ambientais. Desta forma, o objetivo desse trabalho consistirá na avaliação dos padrões micrometeorológicos (precipitação, temperatura, umidade relativa, direção e velocidade do vento) assim como o regime hidrológico e também o uso e ocupação do solo da sub bacia Ribeirão Ponte de Pedra, para os anos de 2018 e 2019.