Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Comunicação Pública em Mato Grosso: um olhar sobre a "Saúde"
INES MARIA DE LIMA ROSA, DEBORA CRISTINA TAVARES

Última alteração: 09-10-18

Resumo


O projeto Comunicação Pública em Mato Grosso: um olhar sobre a "Saúde" tem como objetivo investigar as estratégias de comunicação pública no estado de Mato Grosso, tomando como objeto empírico a Secretaria Estadual de Saúde. Com base na observação direta, na análise de conteúdo do portal da instituição, na pesquisa documental e na revisão bibliográfica, refletimos sobre a comunicação pública no contexto da sociedade em rede.

Para Pierre Zemor (1995) comunicação pública é a troca e a partilha de informações de utilidade pública. Conforme o autor, a comunicação pública deve informar o cidadão, levar a ele o conhecimento, prestar contas das ações públicas junto à sociedade, ouvir as demandas, as expectativas, as interrogações e promover o debate público.

A análise sobre o papel da Secretaria enquanto órgão essencial na promoção da saúde e da cidadania pode mostrar como a instituição tem desenvolvido a comunicação de suas ações e competências considerando a dimensão da comunicação pública que estimule a troca de informações e esteja voltada para o interesse público e para o alcance da cidadania.

Os estudos das relações entre comunicação e saúde ainda são muito recentes, mesmo que ambas convivam num espaço de convergência e articulação de saberes, o que torna irrecusável a noção de interdisciplinaridade. Essa concepção implica em colocar em destaque a existência de discursos concorrentes, constituídos por e constituintes de relações de saber e poder.

Nesse contexto, o grande desafio para as duas partes é a produção social de sentidos, que envolve as noções de contexto e de intertexto. Isso significa entender quais dimensões transversalizam os assuntos e interferem no modus operandi dos processos sociais e consequentemente na construção do conhecimento. E no caso da comunicação pública, entender como as relações entre as duas áreas motivam a participação social e exercício da cidadania.

O objetivo geral do projeto é investigar de que forma as estratégias de comunicação da Secretaria Estadual de Saúde atendem as dimensões e as demandas da Comunicação Pública. Especificamente,averiguamos se as estratégias de comunicação da Secretaria estimulam a interação dos cidadãos nos seus canais.

Examinamos ainda, se os canais de comunicação atendem com clareza as prerrogativas da comunicação pública no sentido de estimular o livre diálogo e participação. Avaliamos também se os conteúdos informativos estão adequados às políticas de atendimento e às demandas da população no que se refere à saúde pública.

No campo da comunicação e da cultura, a pesquisa é relevante para evidenciar que construções culturais são possíveis a partir desse cenário. Se o sujeito pós-moderno interage com os conceitos que anteriormente eram de propriedade apenas da saúde e como é que esses conceitos ganham novas conotações e passam a influenciar comportamentos e hábitos. Observamos ainda se esse novo cidadão se vê atuante e participante de uma possível nova ordem de democracia e cidadania e como ele constrói suas escolhas sociais e culturais.

Palavras-chave


COMUNICAÇÃO, COMUNICAÇÃO PÚBLICA, CIDADANIA E CULTURA

Referências


AQUINO, Y. Especialistas debatem papel da EBC e importância da comunicaçãopública. Brasília, ago. 2016. Seção Geral. Disponível em: < http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2016-08/especialistas-debatem-papel-da-ebc-e-importancia-da-comunicacao-publica> Acesso em: 12 set. 2016.

ARAÚJO, Inesita Soares. O Campo da Comunicação e Saúde: contornos, interfaces e tensões.Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação – Anais do XXXVI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Manaus, AM – 4 a 7/9/2013.

BRANDÃO, Elizabeth Pazito. Conceito de Comunicação Pública.In: DUARTE, Jorge (org.). Comunicação Pública: Estado, governo, mercado, sociedade e interesse público. São Paulo: Atlas, 2009, p.1-33.

CHAUÍ. Marilena. Cultura e democracia.São Paulo: Cortez, 2003.

DUARTE, Jorge. Comunicação Pública.JForni, Brasília, 2010. Disponível em: <http://www. jforni.jor.br/forni/files/ComPúblicaJDuartevf.pdf> Acesso em: 10 ago. 2016.

DUARTE, J. BARROS, A. Métodos e técnicas de pesquisa em comunicação.Atlas, 2005, 380p.

WOLTON, Dominique. Pensar a comunicação.Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2004.

ZÉMOR, Pierre. As formas da comunicação pública.In: DUARTE, Jorge (org.). Comunicação Pública: Estado, governo, mercado, sociedade e interesse público. São Paulo: Atlas, 2009.