Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
INVESTIGAÇÃO DE COMPOSTOS BIOATIVOS PRODUZIDOS POR FUNGOS ENDOFITICOS ASSOCIADOS ÀS FOLHAS DE Axonopus leptostachyus (Poaceae)
Ricardo Aparecido Rodrigues Neponuceno, Emanuel Victor dos Santos Nunes, Lucas Fernando Vieira, Helen Cristina Fávero Lisboa, Marcos Antônio Soares, Helder Lopes Teles

Última alteração: 06-11-18

Resumo


Os fungos endofíticos contribuem consideravelmente para a produção de metabólitos bioativos de grande valor econômico e com diversas aplicações, principalmente como as antibióticas. Neste contexto, o trabalho objetiva realizar o isolamento e a purificação de metabólitos secundários produzidos pelos fungos endofíticos P5 (Cladosporum flabeliforme), P9 (Fusarium proliferatum), P28 (Neocosmospora striata), P48 (Gongronella butleri) P59 (Fusarium succisae) e P61 (Fusarium oxysporum), associados à espécie A. leptostachyus, visando à busca de substâncias antifúngicas frente a patógenos humanos e a fitopatógenos de Glycine max (L.) Merril e Gossypium hirsutum L. Os endófitos selecionados foram crescidos no meio BDA (Batata Dextrose Agar) por 7 a 15 dias, repicados e inoculados para os meios BDA e Mínimo em escala reduzida. No meio BDA, os endófitos desenvolveram-se em 100 mL de meio (5 placas de Petri) sob incubação a 37°C por 15 a 23 dias. Pedaços com BDA e micélios foram cortado randomicamente, e com 150 mL de AcOEt destilado foram macerados por 24 h em mesa giratória orbital a 150 rpm. A fase AcOEt foi filtrada à vácuo, concentrada em evaporador rotatório à vácuo e seca em jato de ar, obtendo-se os extratos brutos de P5 (66,70 mg), P9 (38,80 mg), P28 (70,90 mg), P48 (20,00 mg), P59 (33,10 mg) e P61 (32,30 mg). Já em meio Mínimo (pH 6,8), os fungos cresceram em duplicata de 200 mL (Erlenmayer 500 mL) sob incubação e agitação orbital de 150 rpm à 29 ºC, por 20 dias. Neste caso, a suspensão micelar foi filtrada e a fase aquosa submetida à partição com AcOEt seguido de secagem à vácuo ou liofilização, obtendo-se os extratos brutos com 10,80 mg (P5), 11,40 mg (P28) e 10,30 mg (P48). Os extratos após serem pesados, foram solubilizados em metanol:água (95:5) na concentração de 10 mg/mL. Em sequência, foram submetidos à extração em fase sólida em cartucho Sep-Pak (1g Sílica C-18), eluídos com 1 mL de metanol:água (95:5) e analisados através de CLAE-UV pelo método em gradiente exploratório [MeOH:H2O (5:95) a (100:0), a 254 e 220 nm], coluna analítica C-18, 1mL/min, em 40 e 60 min. Após análise dos cromatogramas, foram selecionados para crescimento em maior escala nas mesmas condições anteriores, os fungos P5, P9, P28, P48, P59 e P61. Portanto, foram obtidas as massas dos extratos em BDA para P9 (261,00 mg), P28 (358,80 mg), P59 (136,60 mg) e P61 (172,50 mg), além das massas e os cromatogramas de P5 (392,20 mg), P28 (108,10 mg) e P48 (53,10 mg) em meio mínimo.

Palavras-chave


Bioprospecção, Fungos endofíticos, Metabólicos secundário.

Referências


AZEVEDO, J. L., & Melo, I. S. "Microrganismos endofíticos." Ecologia microbiana. Jaguariúna: Embrapa Meio Ambiente (1998): 117-137.

 

BORGES, W. S. Estudo de fungos endofíticos associados a plantas da família Asteraceae como fontes de metabólitos secundários e em processos de biotransformações. 2008. 350f. Tese (Doutorado). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008.

 

CARBUNGCO, E. S.; PEDROCHE, N. B.; PANES, V. A.; DE LA CRUZ, T. E. Identification and characterization of endophytic fungi associated with the leaves of MoringaoleiferaLam. ActaHortic., v. 42, p.373-380, 2017.

 

DE SOUZA, R. D.; MENDONÇA, E. A. F.; SOARES, M. A. Atividade antagônica a microrganismos patogênicos por bactérias endofíticas isoladas de EchenodorusscaberRataj. Summa Phytopathol., Botucatu, v. 41, p. 229-232, 2015.

 

FILIPPI, M.C.C.; DA SILVA, G.B.; SILVA-LOBO, V.L.; MORAES, A.J.G.; PRABHU, A.S. Leaf Blast (Magnaportheoryzae) suppression and growth promotion by rhozobacteia on aerobic rice in Brazil. Biological control, v.58, p. 160-166, 2011.

 

GEISS, F. Fundamental of thin layer chromatography (planar chromatography). Ed. Huthig, 482 p., 1987.

 

HUCK C. W.; BONN G. K.Recent developments in polymer-based sorbents for solid-phase extraction.Journal of Chromatography A,v. 885, p. 51-72, 2000.

 

JOSEPH, B.; PRIYA, M. Bioactive compounds from Endophytes and their Potential in Phamaceutical Effect: a Review. American Journal of Biochemistry and Molecular Biology, v. 1, p.291-309, 2011.

 

KONEMAN, E. W.; ALEEN, S. D.; JANDA, W. M.; SCHRECKENBERG, P. C.; WINN JR. W. C. DiagnósticoMicrobiológico: texto e atlas colorido.5. Ed. Guanabara Koogan: RJ, p1465, 2007.

 

MESQUITA, P. G. Bioprospecção de fungos endofíticos de Bauhiniavariegata: busca por substâncias agonistas da isoforma gama do receptor ativado por proliferadores peroxissomais e por substancias antioxidantes. 2012, 102f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde). Faculdade de Ciências da Saúde, universidade de Brasília, Brasília, 2013.

 

NAMIESIK, J.; GORECKI, T. Sample preparation for chromatographic analysis of plant material.Journalof Planar Chromatography,v. 13, p. 404-413, 2000.

 

OPLUSTIL, C. P.; ZOCOLLI, C. M; TOBOUTI, N. R.; SINTO. S. I. Teses de avaliação da resistência aos antibióticos, procedimentos básicos em microbiologia clínica. Sarvier, p.165-180, 2000.

 

PASTRE, R.; MARINHO, A. M. R.; RODRIGUES-FILHO, E.; SOUZA, A. Q. L.; PEREIRA, J. O. Diversidade de policetídeos produzidos por espécies de Penicillium isoladas de Meliaazedarach e Murrayapaniculata. Química Nova, v. 30, n. 8, p. 1867-1871, 2007.

 

PEREIRA, L.O. Fungos endofíticos dos hospedeiros tropicais. Tese de Doutorado, ESALQ. Piracicaba, São Paulo, p. 104, 1993.

 

ROMEIRO, R. S. Prospecção da potencialidade antagonista de possíveis de possíveis agentes de biocontrole. In: ROMEIRO, R. S. (Ed.). Controle biológico de doenças de plantas: procedimentos. Viçosa: UFV, p.95-122, 2007.

 

SAHAR, M. K.; KAFI, S. K; HAITHAM, E.The antimicrobial activity and Phytochemical Characteristic of MoringaOleifera Seeds, Leaves, and Flowers.World Journal of Pharmaceutical Research.Viçosa: v. 4, p. 258-271, 2015.

 

SANTIAGO, I. F.; ALVES, M. A. T.; RABELLO, A.; SALES, J. P. A.; ROMANHA, J. A.; ZANI, C. L. Leishimanicidal and antitumoralactiveties of endophitic fungi associated with the Antarctic angiosperms Deschampsia AntarcticaDesv. AndColobanthusquitensis(Kunth) Bartl. Extremophiles, v. 16, p95-103, 2012.

 

SANTOS, M. S.; SILVA, M. C.; ALMEIDA, T.; FELBER A.; RODHEN, S. AZEVEDO, J. L.; PAMPHILE, J. A. Identificação Molecular baseana no sequenciamento de rDNA de fungos endofíticos foliares de Passiflora spp. BBR-Biochemistry and Biotechnology Reports, v. 2, p. 134-137, 2013.

 

SNYDER, L. R.; KIRKLAND, J. J.; GLAJCH, J. L. Sample preparation, in practical HPLC method development., 2rd ed. Ed. John Wiley, Cap. 4, 1997. p. 100-173.

 

SOUZA L. Q. A., SOUZA A. D. L., ASTOLFI FILHO S., BELÉM PINHEIRO M. L., SARQUIS M. M. I., PEREIR J. O.,Atividade antimicrobiana de fungos endofíticos isolados de plantas tóxicas da amazônia: Palicourealongiflora(aubl.) rich e Strychnoscogensbentham. Acta amazônica v. 34, n.2 , p.185 – 195, 2004.

 

WENZEL, J. B "Isolamento e atividade antagonística de fungos endofíticos de soja” (Glycinemax (L.) Merrill)."SaBios-Revista de Saúde e Biologia 7.3. 2012.