Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
CARTOGRAFIA TÁTIL ESCOLAR: ENSINO DE GEOGRAFIA “PRA CEGO VER”
Lindeval José dos Santos

Última alteração: 26-10-18

Resumo


Este trabalho se propõe: a) analisar a produção e o uso de representações cartográficas táteis aplicadas no ensino de Geografia e mobilidade para pessoas cegas ou com baixa visão; b) verificar os usos das representações táteis na orientação e mobilidade de pessoas cegas, em espaços públicos e privados de grande circulação; c) Elaborar material cartográfico tátil que contribua com o ensino e aprendizagem de Geografia para pessoas cegas ou visuais.    De modo geral, pesquisar e divulgar trabalhos de Geografia na interface com a cartografia, principalmente relacionados com Cartografia tátil. Estas pesquisas têm contribuído com o ensino e mobilidade de pessoas cegas ou com baixa visão, se articulando com as práticas de ensino na perspectiva da educação especial e inclusiva. O aporte teórico e metodológico encontrados durante as revisões bibliográficas devem dar suporte para construção e/ou adaptação de materiais didáticos como organogramas, diagramas, gráficos, mapas, imagens, maquetes e outros, acessíveis às pessoas cegas ou com baixa visão. A fundamentação e teórico-metodológica passa pela coleta e análise crítica dos dados, tendo como base a perspectiva histórico-cultural, por permitir abordar os aspectos sociais do desenvolvimento, ensino e aprendizagem. Nesta perspectiva a aprendizagem não está relacionada aos aspectos biológicos do desenvolvimento, este processo seja em pessoas cegas, baixa visão ou as pessoas visuais, ocorrem da mesma maneira, e está associado aos aspectos sociais do desenvolvimento. De modo geral, as pesquisas tem mostrado que a Cartografia tátil contribuí com o ensino e aprendizagem de Geografia e outras disciplinas, seja para as pessoas cegas ou visuais. O trabalho deve permitir reflexões e práticas sobre ensino e aprendizagem de Geografia na perspequitiva da educação especial e inclusiva, oferecer noções básicas para que estudantes e professores utilizem a Cartografia tátil escolar no ensino e aprendizagem de pessoas cegas, baixa visão e visuais.


Palavras-chave


Cartografia tátil. Ensino de Geografia. Pessoas Cegas.

Referências