Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
PROJETO DE PESQUISA ― AS BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UM ESTUDO DE SUAS IMPLICAÇÕES LÚDICAS
Thaís Caroline de Pinho Alvarenga, Cleomar Ferreira Gomes

Última alteração: 14-10-18

Resumo


Este projeto de dissertação de mestrado se inscreve no programa de pós-graduação em Educação, entrelaçando-se aos estudos relacionados à linha de pesquisa “Culturas Escolares e Linguagens”, tendo como objeto de estudo as brincadeiras na Educação Infantil. O interesse pelo tema da pesquisa surge a partir de inquietações ocorridas no período de graduação, mais especificamente, durante a realização das disciplinas de Estágio Supervisionado e Trabalho de Conclusão de Curso. A pesquisa tem como objetivo compreender as implicações lúdicas das brincadeiras no universo escolar, e como os professores de Educação Física as utilizam em sua prática pedagógica com a Educação Infantil em uma escola da rede municipal de Cuiabá-MT. Consideramos a Educação Infantil como um espaço primordial para a construção de novos conhecimentos pelas crianças, permitindo sua interação com o mundo através das relações interpessoais, e essas aprendizagens são diferenciadas daquelas que elas têm fora da vida escolar. A presença da Educação Física na escola como um componente curricular obrigatório em toda a Educação Básica está determinada pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, assim sua inserção na educação das crianças pequenas não é recente, porém, ainda é necessária uma maior articulação entre Educação Infantil e Educação Física, visto que tal relação é ainda incipiente, trata-se de um radical desafio, pois exige compreender o currículo não apenas como um plano prévio de ensinar a vida, mas também como abertura à experiência de viver junto às crianças e com as situações decorrentes dessa relação. É importante destacar que o Brincar neste trabalho é entendido no sentido amplo, abarcando os conceitos lúdicos tanto dos jogos, brinquedos quanto das brincadeiras, afinal, todos nós conhecemos a sensação de brincar, porém, é complexo conceituar e teorizar sobre a brincadeira e suas ramificações. Isso posto, o problema orientador dessa pesquisa pode ser formulado da seguinte maneira: Como os professores de Educação Física de uma escola da rede municipal de Cuiabá compreendem a brincadeira na Educação Infantil? Nesse sentido, pretende-se realizar uma pesquisa qualitativa do tipo descritiva em uma escola localizada na regional Norte do município de Cuiabá. Participará da pesquisa um professor de Educação Física da rede municipal de ensino de Cuiabá, obedecendo aos seguintes critérios de escolha: Ser licenciado em Educação Física; ser professor de turmas de Educação Infantil; ter disponibilidade de tempo para roda de conversa, discussões e planejamento das aulas propostas. Deste modo, tem-se como tarefa de pesquisa o acompanhamento do cotidiano das aulas de Educação Física, especialmente no que se refere a brincadeiras e suas possíveis implicações lúdicas, utilizando-se de recursos e instrumentos etnográficos que descrevam o dia a dia e os sujeitos que nela são envolvidos, agregando instrumentos de coleta de dados como análise documental, observação assistemática, observação participante das aulas e entrevista semiestruturada, com a intenção de fazer uma investigação descritiva e interpretativa.


Palavras-chave


Educação Infantil; Educação Física; Brincadeiras