Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Avaliação e modelagem dos efeitos meteorológicos sobre o desenvolvimento e produtividade da soja em Mato Grosso
Tulio Gonçalves dos Santos

Última alteração: 23-10-18

Resumo


O presente estudo visa quantificar os efeitos dos elementos climáticos sobre a produtividade da soja nos municípios de Campo Verde-MT e Nova Mutum-MT, bem como calibrar e validar o modelo Cropgro-soybean para simular a produção da cultura da soja em Mato Grosso. Para avaliar como o clima interfere na produtividade da soja, em cada área de estudo será realizado um experimento em blocos ao acaso com parcela subdividida, sendo as parcelas as três épocas de semeaduras e as parcelas as duas cultivares de soja (M7739 IPRO e BMX Bônus IPRO). Nesses experimentos serão coletados dados de desenvolvimento e produtividade das cultivares, de solo e das condições micro-metereológicas durantes os ciclos de desenvolvimento das cultivares. Os dados de produtividade serão submetidos à análise de variância e teste de Tukey a 5% de probabilidade, quando observada diferença significativa. Para a calibração e validação do modelo, serão utilizados os dados obtidos do experimento referente a fertilidade e física do solo, clima (temperatura, precipitação, radiação, umidade do ar), manejo da cultura (espaçamento, estande de plantas, forma de adubação), desenvolvimento da soja (altura, diâmetro de colmo, número de folhas, duração dos estádios fenológicos), sua produtividade e alguns coeficientes genéticos das cultivares utilizadas. A avaliação da eficiência do modelo será realizada por meio dos seguintes parâmetros estatísticos: coeficiente de correlação, raiz do quadrado médio do erro, índice de concordância de Wilmott e índice de confiança e coeficiente de Nash-Sutcliffe.

 

 

 

 


Palavras-chave


Modelagem; DSSAT; Agriculta de precisão