Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
ESTIMATIVA DA RADIAÇÃO GLOBAL COM BASE NA INSOLAÇÃO NO MÉDIO NORTE DE MATO GROSSO
Charles Campoe Martim

Última alteração: 23-10-18

Resumo


O objetivo do respectivo trabalho foi obter os coeficientes lineares (a) e angulares (b) da equação de Angström-Prescott e avaliar os seus efeitos na estimativa da radiação global (Hg) em diferentes agrupamentos, para o município de Sinop-MT, que fica situado na região de transição Cerrado-Amazônia (-11,86°; -55,48° e 371m de altitude). Os dados foram obtidos da estação meteorológica automática da UFMT campus universitário de Sinop, com Hg e insolação (n), temperatura, umidade relativa e velocidade do vento, na partição diária, entre os anos de 2011 a 2016, que foram agrupados em bases de dados mensais, sazonais (estação do ano) e anuais. Na avaliação do desempenho estatístico do modelo ajustado nos diferentes agrupamentos, foram consideradas as medidas obtidas no ano de 2015, já os demais (2011, 2012, 2013, 2014 e 2016) foram utilizadas na obtenção dos coeficientes “a e b”.  Considerando os meses, o coeficiente “a” variou de 0,22 a 0,33 e o “b” de 0,42 a 0,48, e as médias no agrupamento anual de 0,25 e 0,48 respectivamente. Avaliando a transmissividade atmosférica da radiação global que foi estimada, o maior valor foi obtido na estação seca com 66,77% no mês de junho e a menor em novembro com 22,24% respectivamente. Já na validação, os valores médios de radiação global medida e estimada nos agrupamentos foram de 15,72 e 16,46 ± 0,1 MJ m-2 d-1. Sendo assim, na transição cerrado-amazônia do estado de Mato Grosso recomenda-se para a estimativa da radiação solar a utilização dos coeficientes da equação de Angstöm-Prescott ajustados no agrupamento anual com coeficiente linear de 0,25 angular de 0,48 respectivamente.


Palavras-chave


coeficientes de Angström-Prescott, modelagem

Referências


ALLEN,  R.G.;  PEREIRA,  L.S.;  RAES,  D.;  SMITH,  M.  Crop evapotranspiration guidelines  for  computing  crop  water requirements.  Rome:  FAO,  1998.  297 p.  (Irrigation  and  drainage paper,  56).

ANDRADE, R. C.; TIBA, C.; Extreme global solar irradiance due to cloud enhancement in northeastern Brazil. Renewable Energy, v.86, p.1433-1441, 2016. http://dx.doi.org/10.1016/j.renene.2015.09.012

ANGSTRÖM, A., 1924. Solar and terrestrial radiation. Quart. J. Roy. Meteorol. Soc. 50, 121–126.

BADESCU, V. Assessing the performance of solar radiation computing models and model selection procedures. Journal of Atmospheric and Solar-Terrestrial Physics, v.105-106, p.119–134, 2013. http://dx.doi.org/10.1016/j.jastp.2013.09.004

BAYRAKÇL, H. C.; DERNIRCAN, C.; KEÇEBAS, A.; The development of empirical models for estimating global solar radiation on horizontal surfasse: A case study. Renewable and Sustainable Energy Reviews, v.81, p.2771-2782, 2017. https://doi.org/10.1016/j.rser.2017.06.082

BIUDES, M. S.; VOURLITIS, G. L.; MACHADO, N. G.; ARRUDA; P. H. Z.; NEVES, G. A. R.; LOBO, F. A.; NEALE, C. M. U.; NOGUEIRA, J. S.; Patterns of energy exchange for tropical ecosystems across a climate gradiente in Mato Grosso, Brazil. Agricultural and Forest Meteorology, v. 202, p.112-124, 2015. http://dx.doi.org/10.1016/j.agrformet.2014.12.008

BLANCO, F. F.; SENTELHAS, P. C.; Coeficientes da equação de Angströn-Prescott para estimativa da insolação para Piracicaba, SP. Revista Brasileira de Agrometeorologia, Santa Maria, v. 10, n.2, p.295-300, 2002. ISSN 0104-1347.

CARVALHO, D. F.; SILVA, D. G.; SOUZA, A. P.; GOMES, D. P.; ROCHA, H. S.; Coeficientes da equação de Angström-Prescott e sua influência na evapotranspiração de referência em Seropédica, RJ. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola, v. 15, n. 8, p. 838-844, 2011. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-43662011000800011

Chaâbane, M.; Masmoudi, M.; Medhioub, K.; Determination of Linke turbidity fator from solar radiation measurement in northern Tunisia. Renewable Energy, vol. 29, p.2065-2076, 2004. https://doi.org/10.1016/j.renene.2004.03.002

DALLACORT, R.; FRETITAS, P. S. L.; GONÇALVES, A. C. A.; REZENDE, R.; BERTOLONHA, A.; SILVA, F. F.; TRINTINALHA, M.; Determinação dos coeficientes da equação de Angstron para a região de Pelotina, estado do Paraná. Acta Scientiarum Agronomy, v. 26, n. 3, 2004. http://dx.doi.org/10.4025/actasciagron.v26i3.1831

DORNELAS, K. D. S.; SILVA, C. L.; OLIVEIRA, C. A. S.; Coeficientes médios da equação de Angström-Prescott, radiação solar e evapotranspiração de referência em Brasília. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.41, n.8, p.1213-1219, agosto, 2006. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2006000800001

INMET. Instituto Nacional de Meteorologia. Disponível em: < http://www.inmet.gov.br/portal/index.php?r=home2/page&page=estacoesDoAno >. Acessado em:19 de março de 2018.

JÚNIOR, J. H. C.; RELAÇÃO SAZONAL ENTRE RADIAÇÃO SOLAR GLOBAL E INSOLAÇÃO NO SUDESTE DA AMAZÔNIA. Revista Brasileira de Agrometeorologia, Santa Maria, v. 6, n. 2, p. 193-199, 1998. ISSN 0104-1347

LIU, X.; LI, Y.; ZHONG, X.; ZHAO, C.; JENSEN, J. R.; ZHAO, Y.; Towards increasing availability of the Angström-Prescott radiation parameters across China: Spatial trend and modeling. Energy Conversion and Management, n. 87, p. 975-989, 2014. https://doi.org/10.1016/j.enconman.2014.08.001

LIU, X.; MEI, X.; LI, Y.; WANG, Q.; ZHANG, Y.; PORTER, J. R.; Variation in reference crop evapotranspiration caused by the Angstrom-Prescott coeficiente: Locally calibrated versus the FAO recommended. Agricultural Water Management, v. 96, p. 1137-1145, 2009. https://doi:10.1016/j.agwat.2009.03.005