Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Balanço de Radiação de uma Floresta de Transição Amazônia-Cerrado com dados dos sensores TM LANDSAT 5 e MODIS
Heloisa Oliveira Marques

Última alteração: 23-10-18

Resumo


O objetivo deste estudo foi estimar o saldo de radiação (Rn) de uma Floresta de Transição Amazônia-Cerrado por sensoriamento remoto. A área de estudo localizava-se a 60 km de Sinop-MT, NE, Fazenda Continental, Município de Cláudia. Nesta pesquisa, o saldo de radiação da superfície foi calculado utilizando dados de torre, de uma estação meteorológica, do sensor TM Landsat 5 e produtos MODIS (TERRA/AQUA), entre os anos de 2006 e 2008. Na região, durante a estação chuvosa, a variação sazonal do Rn foi maior, em todo o período de estudo observado. Os principais resultados obtidos, à partir das análises mostraram Erro Médio Absoluto (MAE) foi 0,21 e 11,57 (W m-2). A Raiz Quadrada do Erro Médio (RMSE) foi 25,86 e 27,51 (W m-2), o índice de Willmott (d) e a correlação de Pearson foram próximos de 1, para o saldo de radiação instantâneo e diário, respectivamente. A metodologia aplicada foi satisfatória, e os resultados obtidos, das estimativas dos fluxos radiativos de superfície foram altamente confiáveis, ​​com base na combinação de dados de satélite e superfície.

 


Palavras-chave


NDVI; Temperatura de Superfície; Albedo