Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
O olhar da criança a partir das telas do cinema: memórias e educação
Ana Cristina Vieira

Última alteração: 07-10-18

Resumo


Resumo: “O olhar da criança a partir das telas do cinema: memórias e educação” é fruto da pesquisa de Mestrado da Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso, vinculado ao projeto “Gênero, vida e ação: memórias de docentes que exerceram cargos eletivos nas esferas municipal, estadual e federal em Mato Grosso”, coordenado pela professora doutora Marlene Gonçalves, orientadora deste estudo. O objetivo da pesquisa, em fase de qualificação, foi investigar a memória familiar e escolar de 30 crianças de 09 a 13 anos, relacionada aos filmes exibidos em sessões mediadas e refletidas, articulando lembranças, experiência, narrativa e aprendizado.  Os sujeitos participam do projeto social e religioso Cáritas de Várzea Grande, iniciativa de cultura de paz desenvolvido há 18 anos e distribuído em 16 bairros periféricos do município, atendendo mais de 1.500 crianças e jovens, de 02 a 18 anos, cujo foco é oportunizar vivências de paz e valores cristãos. Eles residem na região periférica do município, bairros 7 de Maio e Eliane Gomes, desprovidos de espaços públicos culturais. As sessões de cinema propostas ocorreram em diversos locais, como Centro Comunitário do bairro 7 de Maio, Sesc Arsenal em Cuiabá e cinema comercial no shopping de Várzea Grande. Neste percurso, se destacaram histórias de vidas e impressões dos sujeitos acerca de sua realidade, do seu entorno e da possiblidade de romper estigmas, ressignificando conhecimento, ampliando percepções acerca dos temas sugeridos nas exibições e das possibilidades propiciadas pela tecnologia do cinema e articuladas com o aprendizado dentro e fora da sala de aula. Ativando a escuta sensível, entendemos a necessidade de entrevistar também professores destes sujeitos, pois nos interessava saber neste estudo como o cinema também estava sendo utilizado em sala de aula. Para compreender o fenômeno, as análises foram ancoradas nos estudos sobre memória, infância e cinema, amparando-se nos teóricos Walter Benjamin, Mary Del Priore, Pestalozzi, Sônia Kramer,  Adriana Fresquet, Maurice Halbwachs, Ecléa Bosi, entre outros. A finalidade é compreender a relação entre cinema, memória e conhecimento, e seu reflexo na socialização da criança e o despertar da criticidade contemplando o conceito de educação libertadora de Paulo Freire. Ao propor uma exibição mediada e refletida de filmes escolhidos coletivamente com os sujeitos, a pesquisa participante pretende investigar a autonomia infanto-juvenil para a construção das ideias e na percepção de suas memórias, amparada neste estudo pela fenomenologia.

PALAVRAS-CHAVE: Memória; Infância; Cinema.

 


Palavras-chave


Memória, infância e cinema

Referências


BENJAMIN, W. Obras escolhidas I: magia e técnica, arte e política. 7. Ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.

BOSI, E. Memória e sociedade: lembranças de velhos. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

FRESQUET, A. Cinema e Educação  - Reflexões e experiências com professores e estudantes de educação básica, dentro e “fora” da escola. Belo Horizonte: Autêntica Editora. 2017

HALBWACHS, M. A memória coletiva. São Paulo: editora Revista dos Tribunais, 1990.

INCONTRI, D. Pestalozzi: Educação e ética. São Paulo: editora Scipione, 1997.

KRAMER, S.; LEITE, M. I. Infância: Fios e Desafios da Pesquisa. Campinas, SP: Papirus, 1996.

PRIORE, M.D. A história das crianças no Brasil. São Paulo: Contexto. 2007.

 

PRIORE, M.D. A história das crianças no Brasil. São Paulo: Contexto. 2007.