Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
BACTÉRIAS EM SOLOS SOB DIFERENTES SISTEMAS DE RESTAURAÇÃO FLORESTAL NA AMAZÔNIA
Paula Adriana Medeiros de Castro

Última alteração: 15-10-18

Resumo


Paula Adriana Medeiros de Castro¹*; Antonio Shoity Okada1; Ingo Isernhagen2; Anderson Ferreira².

 

¹UFMT, Sinop-MT, paulacastro2512@gmail.com; okadabr@gmail.com

²Embrapa Agrossilvipastoril, Sinop-MT, ingo.isernhagen@embrapa.br, anderson.ferreira@embrapa.br

 

Microrganismos são capazes de recuperar formas de energia e nutrientes em ambientes degradados, diante disso, apresentam um alto potencial como indicadores de qualidade do solo. A biomassa microbiana é bastante influenciada pelo manejo, afetando a atividade das populações microbianas e enzimas encontradas no solo. O objetivo do presente projeto é caracterizar as comunidades bacterianas em solos de diferentes sistemas de restauração ambiental e correlacionar a biodiversidade de bactérias com a atividade enzimática e biomassa microbiana do solo. As amostras foram coletadas no campo experimental da Embrapa Agrossilvipastoril localizado no município de Sinop – MT, transportadas até o laboratório e armazenadas à temperatura de 4 ºC. A análises de atividade de três enzimas serão feitas, Sulfatase, β-glicosidase e FosfataseÁcida, utilizando o método da determinação colorimétrica do p-nitrofenol, e biomassa microbiana realizada pelo método fumigação-extração. Para a diversidade de bactérias, será feito a técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR), é um método que permite a amplificação in vitro de fragmentos de DNA específicos a partir de um primer, através da eletroforese é possível ver esses fragmentos de DNA e a quantidade de pares de bases, depois desse processo é feito o seqüenciamento de DNA, onde determina à ordem exata dos nucleotídeos em um segmento de DNA, caracterizando quais bactérias a amostra possui.Nesse sentido, o projeto tem o intuito de utilizar técnicas clássicas e avançadas de microbiologia para melhor entender os efeitos da restauração florestal, melhorando o conhecimento dos processos microbianos, favorecendo melhores técnicas de recuperação, manejo adequado, práticas agrícolas mais sustentáveis e conservação dos solos.

 

Palavras-Chave: Qualidade do solo; Restauração ambiental; Biodiversidade; Bactérias; DNA.