Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
UMA ESCOLA NO QUILOMBO: A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, LUTAS E RESISTÊNCIAS NA COMUNIDADE QUILOMBOLA DE MATA CAVALO
Adrianny de Arruda Abreu, Regina Aparecida da Silva, DÉBORA ERILÉIA PEDROTTI MANSILA

Última alteração: 14-10-18

Resumo


RESUMO

 

Este projeto busca compreender as relações e a importância que uma escola no quilombo tem para o fortalecimento da identidade, das resistências e lutas pelo reconhecimento e seus direitos ancestrais, seus territórios e ambientes preservados. A pesquisa foi desenvolvida na Comunidade Quilombola de Mata Cavalo que está situada no Município de Nossa Senhora do Livramento – MT. Vivem na comunidade 418 famílias, organizadas em seis associações que formam o complexo Quilombo Boa Vida Mata Cavalo.  Os moradores da comunidade de Mata Cavalo lutam por seu território e direito ao acesso as políticas públicas básicas como a educação, a saúde, ao transporte e ao saneamento básico. Essa é uma pesquisa qualitativa, ancorada na metodologia pesquisa participante, que surgiu dentro de unidades de ação social que atuam junto a grupos ou comunidades populares, essa metodologia permite ao pesquisador ter relação com o pesquisado, numa interface sujeito-sujeito, considerando que todas as culturas são fontes de saberes e conhecimento. Acreditamos que uma escola no quilombo, fortalecida pelo elo escola-comunidade e com um currículo que ressignifique os aspectos da cultura quilombola, vem contribuir de forma significativa no fortalecimento das identidades, das lutas e resistências pelo território e pelos seus direitos.

 

Palavras-chave: Educação, Resistências, Comunidade Quilombola.


Referências


REFERÊNCIAS

 

AMORIM, Priscilla. Latas d’água nas cabeças: percepções sobre a água na comunidade quilombola de Mata Cavalo. Cuiabá: 2017, 119f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, UFMT.

 

BARCELOS, Silvânio Paulo de. Mata Cavalo: o negro e a identidade quilombola no mundo globalizado. Revista Espaço Acadêmico, v.10, n.110, p. 101-107, 2010.

 

BARROS, Edir Pina de. Laudo pericial histórico-antropológico. Mato Grosso: Justiça Federal, 2007.

 

BRANDÃO, Carlos Rodrigues; BORGES, Maristela Correa. A pesquisa participante: um momento da educação popular. Revista Educação Popular. Uberlândia. v. 6, p.51-62. jan./dez. 2007.

___________________________________. Pesquisa participante. In: Pesquisar – Participar/ Carlos Rodrigues Brandão (org.). São Paulo: Brasiliense, 1984, p. 9-16.

 

___________________________________. O que é educação. São Paulo: Abril Cultura; Brasiliense, 1985 .

 

 

BRASIL. Decreto federal no.4.886/2003. Regulamenta o procedimento para identificação, reconhecimento, delimitação, demarcação e titulação das terras ocupadas por remanescentes das comunidades dos quilombos. Brasília, 2003.

 

CASTILHO, Suely Dulce de. Quilombo Contemporâneo: Educação, famílias e culturas. Cuiabá: EdUFMT, 2011.

 

 

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à pratica educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

 

JABER, Michelle Tatiane, SILVA, Regina Aparecida da, SATO, Michèle. Injustiças ambientais no quilombo Mata Cavalo. Revista brasileira de educação ambiental (Online). , v.4, p.53 - 59, 2009.

 

 

LEITE, Ilka Boaventura. Humanidades insurgentes: conflitos e criminalização dos quilombos. In: Cadernos de Debates Nova Cartografia Social: Territórios quilombolas e conflitos/Alfredo Wagner Berno de Almeida (Org.)... [et al]. – Manaus: Projeto Nova Cartografia Social da Amazônia / UEA Edições, 2010.

 

________. O projeto político quilombola: desafios, conquistas e impasses atuais. Estudos Feministas, Florianópolis, 16(3): 965-977, setembro-dezembro/2008.

 

MATO GROSSO. Secretaria de Estado de Educação. Orientações Curriculares: Diversidade Educacionais. Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso. Cuiabá: Gráfica Print, 2012.

 

SENRA, R. E. F. Por uma contrapedagogia libertadora no ambiente do Quilombo Mata Cavalo. 2009, 137f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, MT.

 


SILVA, Delma Josefa da. Educação quilombola: um direito a ser efetivado. Recife: Centro de Cultura Luiz Freire, 2007.

 

 

​SILVA, Regina; SATO, Michèle. A territorialidade das comunidades quilombolas do Estado de Mato Grosso. In: PPLA 2010: SEMINÁRIO POLÍTICA E PLANEJAMENTO, 2, 2010. Curitiba. Anais... Curitiba: Ambiens, 2010.