Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
“A vivência com gêneros literários de tradição oral em uma turma de pré-escola no município La Estrella de Antioquia-Colômbia
Johanna Andrea Arredondo

Última alteração: 17-10-18

Resumo


Com o objetivo central de contribuir para a compreensão e o fortalecimento e do ensino da linguagem oral e escrita como processo discursivo para crianças de pré-escola em uma instituição pública do município La Estrella na Antioquia – Colômbia, apresentam-se os principais elementos do projeto de dissertação de mestrado vinculado à linha de pesquisa “Cultura escolar e linguagens” do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso (PPGE/UFMT) e ao Projeto trienal (2018/2021) do “Grupo de estudo e Pesquisa Linguagem oral, Leitura e escrita na Infância” (GEPLOLEI. Esta é uma pesquisa qualitativa participante, que nos permitirá analisar as relações sociais estabelecidas no ambiente da Educação Infantil baixo suas próprias formas de relacionar-se e suas normas, dentro de dado sistema social. De forma colaborativa, proporemos atividades pedagógicas com as crianças de pré-escola, considerando que a cultura intervém e se torna mediadora do processo educativo e opera no relacionamento, ensino-aprendizagem, pensamento e linguagem por meio de atividades coletivas.

Ancora-se teoricamente na Teoria Histórico Cultural (Vygotski; Mello) e ensino inicial da Leitura e escrita como processo discursivo (Bakhtin; Smolka; Nogueira). O que coloca em primeiro plano o aluno como agente social na aprendizagem da linguagem e dos instrumentos de mediação que se proporcionam através do contexto social de aprendizagem, tendo em conta também a história de cada estudante,  para que o linguagem e cultura sejam apropriadas, a aprendizagem é concebida, sob essa perspectiva teórica, como um processo de transformação.

Formulou-se como objetivos específicos da pesquisa: identificar os processos de oralidade e escrita presentes no cotidiano na turma de pré-escola da instituição a pesquisar na Colômbia; conhecer e observar de forma participante, as práticas pedagógicas da professora para o desenvolvimento da oralidade e escrita dentro da sala; planejar atividades em que a linguagem verbal (modalidade oral e escrita) seja constitutiva das ações das crianças fortalecendo a formação de sua identidade como produtoras de cultura(s) e por último propor atividades colaborativas mediante o uso da literatura de tradição oral, tais como as parlendas, brincadeiras cantadas e trava-línguas, para crianças de 5 anos na  Medellín- Colômbia.

Para a consecução dos preveem-se as seguintes etapas: levantamento bibliográfico, observação participante, intervenção mediante oficinas colaborativas, registros audiovisuais, produção e análise de resultados. Espera-se que o desenvolvimento deste projeto de pesquisa contribua para o fortalecimento do debate acerca do processo discursivo do ensino da Leitura e da Escrita na América Latina, particularmente, em Medellín-Colômbia aportaremos propostas ligadas ao fortalecimento da educação da primeira infância entendida como o processo contínuo e permanente de interações e relações sociais que permitam que as crianças aprimorem suas máximas qualidades superiores e, assim, adquiram habilidades para a vida.

 


Palavras-chave


Linguagem oral e escrita. Processo discursivo. Pré-escola. Literatura de tradição oral. Colômbia.