Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Estratégias de leitura e sequência didática: uma alternativa para o trabalho com contos nos anos finais do Ensino Fundamental
Michelle Paulino Martine

Última alteração: 20-10-18

Resumo


Esta pesquisa, em fase final, vincula-se ao Grupo de Pesquisa Alfabetização e Letramento Escolar (ALFALE), do Programa de Pós-Graduação em Educação, do Instituto de Ciências Humanas e Sociais, da Universidade Federal de Mato Grosso - Câmpus Universitário de Rondonópolis (PPGEdu/CUR/UFMT), na linha de pesquisa: Linguagens, Cultura e Construção de Conhecimento: perspectivas histórica e contemporânea. O tema central do presente estudo é o uso das estratégias de leitura aliadas à sequência didática no trabalho com contos de crime e mistério. Presente no cotidiano do ser humano desde o início de sua vida em sociedade, a leitura permeia as atividades do dia a dia e a decodificação se transforma em um constante processo de surpresas e descobertas. Assim, as estratégias de leitura exploradas por Solé (1998) bem como a sequência didática proposta por Schneuwly, Dolz e colaboradores (2004) mostram-se como possibilidades bastante interessantes para o trabalho eficiente com o gênero conto. Nesse sentido, o que interessa a este trabalho são contos de crime e mistério da literatura universal, uma vez que eles podem ser objeto de intensa análise linguísticas. A presente pesquisa foi desenvolvida com 55 alunos em duas salas de aula de 9º ano de Ensino Fundamental de uma escola estadual localizada na região central de Rondonópolis-MT, tendo como ponto de partida as produções escritas elaboradas pelos estudantes. Nessa perspectiva, realizou-se um estudo do tipo pesquisa-ação, conforme ensinado por Thiollent (1996), por se tratar de cunho eminentemente social, dirigida a ações cujo intuito é a resolução de um problema coletivo – leitura e escrita de contos. Pretendeu-se, portanto, analisar se o trabalho com estratégias de leitura, aliado à utilização da sequência didática, constitui-se como recurso didático profícuo para a formação de leitores juvenis competentes e autônomos. A fim de se alcançar tal objetivo, foram trabalhadas cada uma das sete estratégias de leitura, a saber: ativação dos conhecimento prévios, inferências, questões ao texto, visualização, conexão, síntese e sumarização. Todas elas foram exploradas dentro da proposta de sequência didática, organizada em: apresentação da situação, produção inicial, módulos e produção final. Em todas as etapas, o trabalho considerou a realidade de leitura e escrita realizada pelos participantes da pesquisa, de modo a auxiliá-los a se tornarem leitores críticos e, sobretudo, autônomos. Ao final do trabalho, os contos escritos foram compilados em forma de coletânea, a fim de organizar as produções feitas pelos próprios participantes do estudo.

Palavras-chave: Estratégias de leitura, contos, sequência didática, Ensino Fundamental.


Palavras-chave


Estratégias de leitura, contos, sequência didática, Ensino Fundamental.