Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
LETRAMENTOS DIGITAIS DE ESTUDANTES DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA – EAD NO CENÁRIO DA EDUCAÇÃO ONLINE NA CIBERCULTURA
Iracema Cristina Fernandes da Silva

Última alteração: 14-10-18

Resumo


Iracema Cristina Fernandes da Silva (PPGE/UFMT) – cristinafernandes13@hotmail.com

Terezinha Fernandes (PPGE/UFMT) – Terezinha.ufmt@gmail.com

RESUMO

O objetivo da pesquisa é compreender os usos, consumos, apropriações e as produções com as tecnologias digitais (TD) de estudantes na educação online, no contexto da Cibercultura e problematizá-los na perspectiva dos letramentos digitais (LD) visando a elaboração de indicadores de LD necessários para a formação inicial de estudantes da Educação a Distância (EaD). Para compreender as mudanças ocorridas na cibercultura e consequentemente na educação online e as suas implicações na formação inicial de professores que fazem o uso de TD levantamos as seguintes questões: Quais as dificuldades para o uso de tecnologias digitais (TD)? Que letramentos digitais (LD) são necessários para que esses estudantes possam atuar na educação online mediado por ambiente virtual de aprendizagem (AVA)? Sabe-se que na cultura digital requer-se conhecimentos marcados pela hibridização de linguagens e de artefatos do analógico ao digital, e isso promove também, mudanças que permeiam o cotidiano e os espaços socioculturais dos sujeitos. A pesquisa está em desenvolvimento no curso de Mestrado, do Programa de Pós-Graduação em Educação, da Universidade Federal de Mato Grosso. Esse estudo tem como lócus o curso de Licenciatura em Pedagogia, modalidade a distância, do Núcleo de Educação Aberta e a Distância (NEAD), da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), turma 1/2017, polo de Juara – MT, e como sujeitos os acadêmicos do curso citado. A investigação é de abordagem multirreferencial (Barbosa, 1998), na perspectiva de pesquisa-formação (Santos, 2014). Optou-se pela pesquisa-formação multirreferencial na cibercultura pelo fato de entendermos que nesse contexto a figura do pesquisador não se separa do seu objeto de estudo, e que as vivências da pesquisa se tornam experiências formativas que nos transformam e transformam os praticantes que dela participam. Como dispositivos de pesquisa será utilizada a revisão sistemática de literatura, análise da proposta curricular do curso, analise de memórias escritas dos estudantes e entrevistas com os estudantes, a partir dos dados produzidos nas etapas da pesquisa será realizada a análise de conteúdo.  A pesquisa tem como base os conceitos de Cibercultura como a cultura em que vivemos contemporaneamente que tem como característica a realidade virtual e um “conjunto de técnicas (materiais e intelectuais), de práticas, de atitudes, e de valores que se desenvolvem juntamente com o crescimento do ciberespaço” Levy (1999), Educação Online como um fenômeno da cibercultura “é o conjunto de ações de ensino-aprendizagem ou atos de currículo mediados por interfaces digitais que potencializam práticas comunicacionais interativas e hipertextuais” (Santos 2014), Letramento Digital como “habilidades individuais e sociais necessárias para interpretar, administrar, compartilhar e criar sentido eficazmente no âmbito crescente dos canais de comunicação digital” (Dudeney, et al, 2016), dentre outras compreensões sobre o objeto de estudo que encontram-se em construção. A intenção é esboçar o perfil socioeconômico dos estudantes e as possíveis dificuldades e habilidades para o uso de LD traçando um paralelo com aquelas necessárias para atuar na educação online por meio de AVA, bem como elaborar indicadores de LD que possam contribuir para a compreensão e reflexão sobre propostas curriculares de formação com uso de TD no contexto da cibercultura.

 

Palavras-chave: Educação a Distância. Tecnologias Digitais. Cibercultura. Educação Online. Letramentos Digitais.


Palavras-chave


Educação a Distância. Tecnologias Digitais. Cibercultura. Educação Online. Letramentos Digitais.

Referências


BARBOSA, Joaquim Gonçalves. Multirrefencialidade nas ciências e na educação. São Carlos: UFSCar, 1998b.

DUDENEY, G; HOCKLY, N; PEGRUM, M. Letramentos digitais. Tradução de Marcos Marcionilo. – 1ª ed. São Paulo: Parábola editorial, 2016.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Editora 34, 1999.

SANTOS, Edméa. Pesquisa-Formação na Cibercultura. 1º edição, Santo Tirso, setembro de 2014. Printhaus. WHITEBOOKS.

SANTOS, Edméa. Letramentos e alfabetizações na cibercultura: crianças e jovens em rede, desafios para educação. Leitura: Teoria & Prática, Campinas, v.32, n.62, p.59-73, jun. 2014.