Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
O livro didático no contexto da Educação Escolar Quilombola de Mato Grosso: como os professores pensam e utilizam?
ÉRICO RICARD LIMA CAVALCANTE MOTA, Suely Dulce de Castilho

Última alteração: 14-10-18

Resumo


Este trabalho vinculado à linha de pesquisa “Movimentos Sociais, Política e Educação Popular”, do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) e ao Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Quilombola (GEPEQ) da Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT tem como objetivo conhecer as concepções e a utilização dos livros didáticos por parte dos professores das escolas públicas estaduais quilombolas de Mato Grosso. A Educação Escolar Quilombola como modalidade da Educação Básica explicitada na legislação brasileira, ainda é uma conquista em construção, porquanto fazem parte de políticas recentíssimas que ainda sofrem consequências do longo processo de silenciamento e invisibilidade por parte do poder público e muitos setores da sociedade civil. Neste sentido, o livro didático, como parte integrante do currículo escolar, é entendido como artefato importante na construção e reconstrução da identidade quilombola. A abordagem teórica fundamenta-se inicialmente em Apple (1982), Castilho (2011), Santomé (1998) e Silva(1999). Santomé (1998), Silva(1999), dentre outros. Metodologicamente, trata-se de uma pesquisa exploratória de abordagem qualitativa, caracterizando-se mais especificamente por um estudo de casos. Por conseguinte, esta pesquisa interessa-se em responder ao seguinte conjunto de questionamentos: qual importância tem o livro didático na prática do/a professor/a quilombola? Há livros disponíveis para a utilização? Os/as professores/as participaram da escolha deste livro? Como ele/ela utiliza o livro disponibilizado pela escola? O livro didático tem linguagem e conteúdo adequados para as especificidades quilombolas? Como o/a professor/a avalia este livro?


Palavras-chave


Livro didático (LD). Educação Escolar Quilombola. Currículo Escolar.

Referências


APPLE, Michael W. Ideologia e Currículo, tradução Carlos Eduardo Ferreira de Carvalho, São Paulo, Brasiliense, 1982.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição  da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, 1988b. Ano 50 Número 199 jul./set.

______. Resolução nº8, de 20 de novembro de 2012. Resolução CNE/CEB 8/2012. Disponível em: <www.seppir.gov.br/arquivos-pdf/diretrizes-curriculares>. Acesso em 08 jun. 2018.

_____, Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica / Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Currículos e Educação Integral. Brasília: MEC, SEB, DICEI, 2013. 562p.

CASTILHO, Suely Dulce de.  Quilombo contemporâneo: educação, família e culturas. Cuiabá: EdUFMT, 2011.

MATO GROSSO.  Secretaria de Estado de Educação. Orientações Curriculares: Diversidades Educacionais./Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso. Cuiabá:  Defanti, 2010

SANTOMÉ, Jurjo Torres. Globalização e interdisciplinariedade - o currículo integrado. Porto Alegre, Artes Médicas, 1998.

 

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 1999. 156 p.