Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Representações do feminino em Antes do baile verde , de Lygia Fagundes Telles
Sandrine Robadey Huback

Última alteração: 18-10-18

Resumo


Esta pesquisa tem por objetivo propor uma análise do feminino na obra Antes do baile verde, de Lygia Fagundes Telles. A autora paulistana, reconhecida pela crítica como a “grande dama da literatura brasileira”, é detentora de uma escrita bastante particular e, em meio à recorrência de temas e de artifícios estéticos reafirmados em seus romances e contos, observamos uma insistente presença da “cosmovisão” da mulher, através de personagens femininas vibrantes que ofertam possibilidades de reflexões a respeito de um universo que, até então, emergia através de uma lente enigmática, à luz das letras masculinas. Lygia Fagundes Telles dá voz a essas figurações e, escapando de engajamentos ideológicos declarados, possibilita ao leitor adentrar à esfera feminina de um espaço-tempo, revestida por aspectos sociais e culturais. Isso porque em Antes do baile verde, como em outras produções lygianas, a existência humana, com todos os seus conflitos e sua complexidade, é a matéria-prima da ficcionalização. A partir da contextualização da representação do feminino e de um recorte do corpus literário, observamos como são construídas as figurações de mulheres em tais narrativas, considerando questões acerca dos papéis de gênero e aspectos culturais referentes a temas como casamento, amor, família e comportamento. Assim, pretendemos avaliar o lugar ocupado por Antes do baile verde em uma conjuntura de resistência e/ou resignação.



Palavras-chave


Representação; Feminino; Contos; Literatura Brasileira.