Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Os Impactos do Agronegócio na Economia de Sapezal
Marco Aurélio Pires de Pádua

Última alteração: 25-10-18

Resumo


O trabalho de pesquisa,“Os Impactos do Agronegócio na Economia de Sapezal”, pretende realizar um estudo sobre a situação econômica do município de Sapezal, em Mato Grosso, identificando o papel exercido pelo agronegócio na função da cidade.

O extrativismo em Mato Grosso sempre foi forte como forma de subsistência e geração de riquezas, bem como a pecuária. A mineração foi onde tudo começou, tendo incentivado, inclusive, o povoamento da região. E a atividade comercial teve e continua tendo um lugar especial nos negócios.

As riquezas produzidas concentram-se em poucas mãos, e as atividades locais tiveram de utilizar da criatividade para manterem-se em ação. Mato Grosso, portanto, desenvolveu-se sob a égide da dependência externa e interna, devido à política adotada, de certa forma, de submissão.

Tentativas governamentais para a diversificação da produção ou construção ferroviária foram infrutíferas, algo que deve continuar sendo objeto de reflexão profunda na área econômica. Durante o período militar, Mato Grosso teve projetos de colonização, e levaram ao despontar da economia para o agronegócio.

Atualmente, Mato Grosso se tornou um dos principais produtores de grãos do Brasil, com níveis interessantes de produção, e de importante presença na economia nacional. E, nesse novo cenário, torna-se inadiável entender a importância do agronegócio na formação social e na reconfiguração da economia estadual.

Devido ao tamanho do estado, foi necessário limitar o estudo, tendo sido escolhido o município de Sapezal e o agronegócio sapezalense para a análise. A trajetória do agronegócio em Sapezal e as perspectivas do agronegócio para o futuro do município dão o tom da pesquisa.

O estudo contará com um levantamento empírico e com entrevistas, além de pesquisas bibliográficas; e o recurso utilizado para a compreensão estará focado nos conhecimentos da teoria do desenvolvimento econômico e da economia regional e urbana. Contudo, cabe ressaltar que a base teórica do estudo estará centrada na história econômica.