Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Custos e consciência ecológica: o uso de copos descartáveis no restaurante universitário da Universidade Federal de Mato Grosso
Poliana Cardoso Braun, Mirelly Xavier Rodrigues da Costa, Cauê Felipe Pimentel, Analy Castilho Polizel

Última alteração: 06-11-18

Resumo


Toda atividade humana é potencialmente causadora de impactos ao meio ambiente. Este processo além de causar externalidades ambientais, também provoca impacto nas dimensões social e econômica. Estima-se que a produção nacional de copos descartáveis seja de aproximadamente 96 mil toneladas por ano. Os objetivos desta pesquisa foram avaliar a viabilidade e a aceitação da substituição dos copos descartáveis por canecas de plástico pela população acadêmica; quantificar o número de copos descartáveis utilizados durante o período de sete meses; e verificar o nível de consciência ecológica da comunidade acadêmica em relação ao uso e descarte de copos descartáveis. A metodologia utilizada foi um estudo de natureza exploratória e quantitativa desenvolvido no Restaurante Universitário (RU) da Universidade Federal Mato Grosso, Campus de Rondonópolis. A coleta dos dados foi feita em duas etapas, primeiramente foi realizada uma entrevista com a gestora responsável pela empresa fornecedora dos alimentos onde foram solicitadas informações sobre o número de copos descartáveis utilizados a cada refeição, café da manhã, almoço e jantar, juntamente com a informação do custo dos copos descartáveis nas diferentes refeições, de sete meses (abril a outubro de 2017). Posteriormente foram feitas entrevistas através de um questionário estruturado de múltipla escolha 21 usuários do RU em cada um dos três períodos de oferta das refeições, matutino, vespertino e noturno, sobre a frequência diária do uso do RU, avaliação da consciência ecológica do uso do copo descartável e disposição para utilizar uma caneca de plástico reutilizável. O processo de análise dos dados foi composto por duas etapas, sendo, análise dos dados coletados com o gestor da empresa por meio do Teste de Tukey a 5%, analisados através do software estatístico SISVAR®. Quanto às entrevistas com os usuários do RU, os dados foram tabulados e representados por meio de gráficos de Pizza. Houve uma diferença significativa entre os meses, sendo que o mês de junho foi o que apresentou a maior média (10944) de uso de copos descartáveis. Em relação aos custos monetários, houve uma diferença significativa entre os meses, sendo que o mês de junho foi o que apresentou a maior média (R$ 656,68) de uso de copos descartáveis, pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade, e o mês de maio apresentou a menor média de consumo. Em relação às entrevistas, na primeira pergunta relacionada ao número de vezes que o universitário utiliza o Restaurante Universitário, 55% dos usuários utilizam duas vezes por dia. Na segunda pergunta referente ao nível de consciência ecológica em relação ao uso de copos descartáveis, 35% dos entrevistados responderam o nível 5 (maior nível), na terceira pergunta 86% dos universitários responderam que estariam dispostos a substituir o uso dos copos descartáveis pela caneca plástica reutilizável. Conclui-se que a maioria dos entrevistados possuem um alto nível de consciência ecológica em relação ao descarte de copos descartáveis e seus possíveis danos ambientais, onde estes estariam dispostos a realizar a substituição destes copos descartáveis por canecas plásticas reutilizáveis.


Palavras-chave


gestão ambiental; consciência ecológica; copos descartáveis