Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
POÉTICAS E [RE]EXISTÊNCIAS DO TEATRO EXPERIMENTAL DE ALTA FLORESTA (TEAF)
Ronaldo Adriano Freitas Lima, Maria Thereza Azevedo

Última alteração: 17-10-18

Resumo


O Teatro Experimental de Alta Floresta (TEAF) é um Grupo nascido em 1988, em Alta Floresta/MT – cidade fundada em 1976, em plena Amazônia Mato-grossense –, onde cheguei em 1989, aos 12 anos, e passei a integrar o Grupo em 1991. É deste contexto de relações pessoais com o grupo e a própria cidade que a pesquisa tem início com fins de desvelar e compreender – a partir da perspectiva deste pesquisador e ator formado no e pelo TEAF – a poética construída pelo Grupo ao longo de seus 30 anos, mediante sua relação com a cidade e de seus processos de [re]existências, formação teatral e afetações. Como metodologia será feita análise e observação de documentos de memória do Grupo, dentre os quais, os vestígios e sinais de acontecimentos teatrais e eventos proporcionados pelo próprio TEAF (peças de figurino, adereços, fotografias, jornais, programas, textos etc.), bem como a observação dos contextos socioculturais, socioambientais e socioeconômicos da Amazônia mato-grossense durante o período.


Palavras-chave


Teatro Experimental de Alta Floresta; TEAF; Poética; Teatro; Grupo Teatral.