Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Brinquedotecas, Brinquedos e Bonecas (os) Negras (os): Relações Raciais na Educação Infantil.
Renata Rodrigues

Última alteração: 17-10-18

Resumo


Este estudo apresenta a pesquisa de dissertação em andamento intitulada: Brinquedotecas, Brinquedos e Bonecas (os) Negras (os): Relações Raciais na Educação Infantil, desenvolvido junto ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Estado de Mato Grosso - UFMT, na linha de pesquisa Movimentos Sociais, Política e Educação Popular, sob a orientação da Profa. Dra. Candida Soares da Costa, juntamente com o Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Relações Raciais e Educação (NEPRE). O questionamento sobre a existência de bonecas negras no contexto da educação infantil na capital cuiabana, nos levou ao seguinte objetivo geral da pesquisa: compreender as Relações Étnico-Raciais no contexto da Educação Infantil, investigando a presença de bonecas (os) negras (os) no espaço da brinquedoteca dos Centros Municipais de Educação Infantil do município de Cuiabá-MT. Se caracterizando como uma pesquisa exploratória, numa abordagem qualitativa, utilizando como instrumentos para coleta de dados: registro fotográfico, caderno de campo, observação, uso de questionários e entrevistas, tendo como autores que embasam essa escolha Minayo (1994), Moresi (2003). Nossa intenção, ao realizar a pesquisa, é propor discussões a respeito das relações raciais na educação, em específico na Educação Infantil, que constitui a primeira etapa da Educação Básica nos baseando nos estudos de Kuhlmann (2000), Munanga (2004), Sarmento (2009), Kishimoto (2016), Vigostki (2009). Para organização e produção da pesquisa utilizou-se de algumas etapas, sendo elas: Revisão de literatura – etapa já realizada, buscando explicitar quais estudos já foram realizadas e as lacunas sobre propostas de pesquisas; envio de questionários para os Centro Municipais Educação Infantil (CMEI), optamos pela realização da pesquisa nos CMEIs, visto que todas essas unidades apresentam em sua estrutura física o espaço da brinquedoteca, e realização de uma entrevista na Secretaria Municipal de Educação a respeito do processo de aquisição dos brinquedos disponibilizados nas unidades que atendem a Educação Infantil – estamos aguardando retorno das unidades e agendamento da entrevista; e por fim, análise dos dados, juntamente com análise dos documentos (esse material foi levantado no primeiro contato que tivemos com a Secretaria de Educação Infantil, e é composto por seis documentos, entre eles as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil, 2010) que norteiam a Educação Infantil no município de Cuiabá-MT.


Palavras-chave


Relações Raciais; Bonecas Negras; Educação Infantil

Referências


KISHIMOTO, Tizuko Morchida(Org.). Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. 7ª Ed. São Paulo: Cortez, 2003.

KUHLMAN JR., Moysés. Histórias da educação infantil brasileira. Rev. Bras. Educ. [online]. 2000, n.14, pp.5-18. ISSN 1413-2478.

MINAYO, M. C. de S. (Org.). Pesquisa social: teoria método e criatividade. 17ª ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994. 80 p.

MORESI, E. (Organizador), Metodologia de Pesquisa. Universidade Católica de Brasília, 2003.

MUNANGA, Kabengele. "Uma abordagem conceitual das noções de raça, racismo, identidade e etnia.Cadernos Penesb 5 (2004): 15-34.

SARMENTO, M. J., & Pinto, M. (1997). As crianças: contextos e identidades. Braga, Portugal: Universidade do Minho.

Vigotski, L. S. (2009). Imaginação e criação na infância. São Paulo: Ática.